Xiaomi anunciará os celulares da linha Black Shark 4s na próxima semana

Créditos: CanalTech

A Xiaomi confirmou nesta sexta-feira (8) a data de lançamento de sua nova linha de smartphones, que atenderá pelo nome de Black Shark 4s. Os novos produtos chegarão ao mercado em duas versões diferentes, sendo a primeira delas a versão mais básica, conhecida como Black Shark 4s, enquanto a segunda, chamada de Black Shark 4s Pro será uma edição mais potente do mesmo dispositivo.

De acordo com a Xiaomi, os dois telefones farão parte da nova linha gamer da empresa. Com o foco voltado para um público que deseja utilizar seus smartphones para uma alta performance nos jogos de celulares, a nova linha busca apresentar um sistema bastante potente.

Tanto o Black Shark 4s quanto o Black Shark 4s Pro serão apresentados oficialmente em um evento programado para o dia 13 de outubro, próxima quarta-feira. A apresentação terá como tema o slogan “Evolução e Ataque” e terá como foco o fato de serem celulares destinados à chamada linha gaming.

Tanto o dispositivo Black Shark 4s quanto sua versão Pro oferecerão uma grande resistência aos seus usuários, sendo capazes de sofrer a vários impactos e quedas.

Até o momento, as informações indicam que o dispositivo Black Shark 4s Pro deve apresentar um potente carregamento de 144W.

O primeiro modelo da série Black Shark 4 foi apresentado e lançado em março deste ano. Devido a seu sucesso por se mostrar como sendo um celular com excelente custo-benefício, a Xiaomi optou por adicionar a essa linha os dois novos dispositivos Black Shark 4s e 4s Pro, para um público que deseja smartphones ainda mais potentes.

Entre as melhorias esperadas para os novos celulares, o público pode esperar uma nova versão do Snapdragon 888, que já é usada na linha atual de smartphones e que será ainda mais potente na nova série de produtos.

O Black Shark 4s e o 4s Pro serão lançados com telas de aproximadamente 6,72 polegadas e com uma impressionante taxa de atualização de 100Hz. Ainda não se tem detalhes sobre a bateria, mas tudo indica que os aspectos serão mantidos iguais aos da linha já existente da Xiaomi.

A primeira apresentação de ambos os dispositivos terá como foco o mercado chinês, não havendo, ainda, uma data de apresentação e lançamento para o restante do mercado global.