Um drone movido a energia solar alcança novo recorde de altitude

Créditos: Cavok

A fabricante europeia de produtos aeroespaciais Airbus anunciou um voo de teste feito recentemente com o drone Zephyr S. Este drone, criado pela companhia, é movido a energia solar e seu mais novo teste foi concluído nos Estados Unidos. Este foi o voo mais ambicioso realizado pela empresa até o momento e registrou o sucesso do desempenho do Zephyr S.

Com este teste, o drone Zephyr S alcançou um novo recorde de altitude em relação aos drones de sua classe, que são considerados como um Sistema Aéreo Não Tripulado. A marca da altura atingida pelo drone foi de aproximadamente 23 quilômetros, os quais foram sobrevoados sobre a região do Arizona, nos Estados Unidos.

A campanha de testes realizada pela empresa em 2021 foi composta de seis voos no total, sendo quatro deles voos de teste de baixa altitude e dois voos classificados como estratosféricos, categoria da qual fez parte o último voo. Os voos estratosféricos duraram por cerca de 18 dias cada, totalizando mais de 36 dias de voo estratosférico durante toda a campanha de testes.

Com isso, foram adicionadas 887 horas de voo às 2.435 horas já testadas pela empresa na categoria de voo estratosférico do drone Zephyr até o momento. Isto marca um progresso bastante significativo para os drones de sua classe e deixa a humanidade um passo mais próxima de ser capaz de realizar operações com drones na estratosfera.

Pesando o total de 75 quilogramas, o drone Zephyr S é o maior da linha Zephyr. Ele é movido a energia solar e pode carregar uma carga de até 5 quilogramas. Segundo a empresa, essa capacidade de carga já é o suficiente para que o equipamento leve o sistema Optical Advanced Earth Observation for Zephyr (OPAZ), também criado pela empresa Airbus, com a função de transmitir dados de observação sobre o planeta Terra.

Além disso, o novo drone pode permanecer no ar por até 26 dias sem pousar, graças às suas baterias, que são carregadas durante o dia por células solares, flexíveis e de alta eficiência equipadas em suas asas.

Durante o voo, o Zephyr S pode transmitir sinais de internet, caso as pessoas se encontrem sem acesso a uma conexão a cabo. O equipamento criado pela Airbus terá o potencial de revolucionar como enfrentar desastres, incluindo o monitoramento da propagação de possíveis incêndios florestais ou de derramamentos de óleo.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário