Para melhor oferta de água potável, R$ 17 milhões

1/8/21 9:29
Atualizado em 1/8/21 às 9:57

Para melhor oferta de água potável, R$ 17 milhões

Governo financia reforma de reservatórios e serviços de manutenção preventiva de ramais e tubulações em diversos pontos do Distrito Federal

“Os serviços são importantes para a continuidade do abastecimento das regiões atendidas e para garantir a qualidade da água que a Caesb fornece à população, além de reduzir os custos de limpeza e manutenção” Wellington Ribeiro de Freitas, gerente de Sistemas Produtores de Água Descoberto e Brazlândia

Democratizar e ampliar o acesso à água de qualidade é uma das missões mais importantes de qualquer gestor público, e o Governo do Distrito Federal (GDF) não mede esforços para cumpri-la. Nos últimos meses, a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) investiu mais de R$ 17 milhões em reparos e obras na rede de abastecimento do DF, beneficiando cerca de meio milhão de pessoas.

No começo de julho, a Caesb finalizou a reforma dos reservatórios de Santa Maria e Brazlândia, que se juntam aos tanques localizados no Parque da Cidade e do Gama, totalizando quatro entregas do tipo só neste ano. Ao todo, 11 câmaras de abastecimento foram reparadas nos quatro locais, fruto de um investimento de R$ 16,5 milhões.

Reservatórios estão sendo reformados, com investimentos que beneficiam grande parte da população | Foto: Lúcio Bernardo Jr/Agência Brasília

Segundo o gerente dos Sistemas Produtores de Água Descoberto e Brazlândia, Wellington Ribeiro de Freitas, as reformas prolongaram a vida útil dos reservatórios por mais 30 anos. “Os serviços são importantes para a continuidade do abastecimento das regiões atendidas e para garantir a qualidade da água que a Caesb fornece à população, além de reduzir os custos de limpeza e manutenção”, explica.

Manutenção preventiva

Outros investimentos são feitos na forma de prevenção. De acordo com o Plano Distrital de Saneamento Básico (PDSB), os vazamentos em ramais prediais são os principais responsáveis pelas atuais perdas do sistema. Com isso, a Caesb colocou em prática o Plano de Manutenção Preventiva Programada de Substituição de Ramais, que efetuou investimentos nos atuais contratos de manutenção para repor aproximadamente 2% dos ramais de água.

Com isso, foram feitos estudos em várias regiões do DF para combater as perdas físicas no sistema distribuidor de água. Desde novembro de 2020, quando o plano começou a ser executado, 2.214 ramais foram substituídos em Ceilândia, Samambaia, Gama, Jardim Botânico, Planaltina e Plano Piloto. As ações não geram ônus para os clientes, e a Caesb pretende, até fevereiro de 2022, substituir 20.360 ramais em todo o DF.

O presidente da Caesb, Pedro Cardoso de Santana Filho, ressalta a importância dos serviços prestados pela companhia para assegurar uma distribuição de água confiável a todos os usuários: “Temos trabalhado muito para combater as perdas no sistema. Acreditamos que isso é fundamental para garantir qualidade na prestação de nossos serviços. Esse é o objetivo dos investimentos feitos ao longo dos últimos três anos”.

*Com informações da Caesb

Galeria de Fotos

Para melhor oferta de água potável, R$ 17 milhões



Fonte: Governo do Distrito Federal