Covid-19: Prefeitura leva vacinação ao bairro Hípica neste domingo

Robson Da Silveira / PMPA
Aplicação estará disponível das 9h às 13h

A vacinação contra Covid-19 continua neste domingo, 1º, para pessoas de 30 anos ou mais e demais grupos já contemplados na campanha. O local da aplicação será a unidade móvel da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), que estará estacionada na Escola Cesi (avenida Juca Batista, 4770, bairro Hípica), das 9h às 13h.

No local, também haverá aplicação da segunda dose de Oxford/AstraZeneca e Coronavac/Butantan para quem tomou a primeira dose há mais de dez semanas ou 28 dias, respectivamente.

A vacinação de gestantes, puérperas e de adolescentes com comorbidades acima de 12 anos será retomada na próxima segunda-feira. 

Domingo, 1º:
O quê: primeira dose contra Covid-19 e segunda dose de AstraZeneca/Oxford e Coronavac/Butantan.
Público primeira dose: pessoas com 30 anos ou mais; cuidadores de crianças ou adolescentes com deficiência permanente; lactantes (que estejam amamentando bebês com até 12 meses); profissionais de saúde e de apoio à saúde; pessoas com deficiência a partir de 18 anos; pessoas com comorbidades a partir de 18 anos; funcionários das escolas municipais, estaduais e particulares de ensino infantil, fundamental, médio, técnico e superior.

Público segunda dose: quem tomou a primeira dose há dez semanas ou mais (Oxford/AstraZeneca) e quem tomou a primeira dose há 28 dias ou mais (Coronavac/Butantan).
Horário: 9h às 13h
Onde: Unidade Móvel SMS – Escola Cesi
Endereço: avenida Juca Batista, 4770 – Hípica

Documentação – Para receber a primeira dose, todos os públicos devem apresentar documento de identidade com CPF e comprovante de residência em Porto Alegre. Para os cuidadores de crianças ou adolescentes com deficiência permanente, é preciso apresentar certidão de nascimento ou documento de guarda e comprovação da deficiência permanente. Já as lactantes devem apresentar documento de comprovação que contenha a data de nascimento da criança. Para profissionais de saúde ou da educação, é preciso documento que comprove o vínculo de trabalho em Porto Alegre. Já para o grupo das comorbidades e deficiência, é necessário comprovar a condição (exceto Síndrome de Down). 

Para segunda dose, é necessário levar identidade com CPF e carteira com registro da primeira aplicação.

Fonte: Prefeitura de Porto Alegre.

Leia mais notícias no Portal Defesa – Agência de Notícias.