VII COMAR sedia reunião de Oficiais-Generais

O Sétimo Comando Aéreo Regional (VII COMAR), localizado em Manaus (AM), sediou, de 22 a 24 de novembro, a Reunião de Oficiais-Generais da Secretaria de Economia Finanças e Administração da Aeronáutica (SEFA). O encontro contou com a presença de 40 militares, dentre Oficiais-Generais da SEFA, do Estado-Maior da Aeronáutica (EMAER), do Comando de Preparo (COMPREP), da Diretoria de Administração da Aeronáutica (DIRAD) e da Diretoria de Economia e Finanças (DIREF). A comitiva foi recebida pelo Comandante do VII COMAR, Brigadeiro do Ar Luiz Guilherme da Silva Magarão, e demais Comandantes de Organizações Militares sediadas em Manaus.

A reunião teve por objetivo acompanhar os indicadores, difundir as diretrizes e ampliar o canal de comunicação da SEFA com as unidades subordinadas, promovendo o debate e aprimoramento da gestão financeira das Organizações Militares responsáveis pela execução orçamentária do Comando da Aeronáutica (COMAER). Também teve como missão a discussão de aspectos relacionados com a terceira fase da reestruturação do COMAER.

Contando com a participação de todos os Comandantes Aéreos Regionais, a atividade abordou com profundidade as peculiaridades de cada Guarnição de Aeronáutica, procurando, assim, identificar subsídios, com vistas a assessorar o processo decisório do Alto-Comando da Aeronáutica.

Para o Brigadeiro Magarão, realizar esse encontro no VII COMAR foi uma oportunidade ímpar. “Foi um privilégio receber esse colegiado do mais alto nível, onde foi possível discutir as nuances do processo de implementação da terceira fase da reestruturação do COMAER e é muito simbólico que ele ocorra na Guarnição de Manaus, a capital da Amazônia Ocidental”, disse o Oficial-General.

No encerramento, o Tenente-Brigadeiro Crepaldi agradeceu pela recepção e destacou a importância do encontro. “Estamos discutindo as novas fases da Reestruturação, o que é fundamental para alcançar a excelência na administração dos recursos financeiros, patrimoniais, materiais e humanos do COMAER. A readequação vai promover o incremento da eficiência administrativa e maior racionalidade da estrutura organizacional, com as Unidades voltadas prioritariamente às suas atividades-fim”, concluiu.

Fotos: Cabo A. Pardo / VII COMAR



Fonte: Força Aérea Brasileira.

Leia mais notícias no Portal Defesa – Agência de Notícias.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário