“Torpedo humano”, Rodrigo vibra com gol da classificação para as semifinais da Copa do Mundo

Camisa 14 da Seleção Brasileira de Futsal marcou o único gol da vitória diante do Marrocos pelas quartas de final do Mundial

O gol da classificação brasileira para as semifinais da Copa do Mundo FIFA de Futsal tem nome, sobrenome e até apelido: Rodrigo ‘Capita’, o “torpedo humano”. Na manhã deste domingo (26), foi com o camisa 14 que o Brasil balançou as redes e venceu o Marrocos por 1 a 0, pelas quartas de final do torneio.

E foi literalmente colocando o coração na ponta da chuteira, que o capitão da Seleção acertou uma bela cobrança de falta e deu números finais ao duelo, ainda no primeiro tempo.

“O bico é a minha primeira característica, se eu puder finalizar assim, vai ser assim. É um artifício monstruoso, porque o goleiro não espera e vai com muita força. E eu fui feliz hoje de fazer o gol e mais feliz de estarmos entre os quatro, o Brasil tem que estar sempre lá e mais uma vez a gente chegou”, celebrou o jogador.

Brasil x Marrocos pelas Quartas de Final da Copa do Mundo de Futsal na Vilnius Arena

Brasil x Marrocos pelas Quartas de Final da Copa do Mundo de Futsal na Vilnius Arena

Créditos: Thais Magalhães/CBF

Em quadra, a Seleção Brasileira sempre se destacou pelo talento. Mas para além da qualidade individual, foi o jogo do Brasil sem a bola que fez a diferença no confronto diante dos marroquinos.

“A gente treinou muito esses dias, sabíamos da dificuldade, eles têm uma qualidade imensa no um para um, mas nós estivemos muito bem postados, soubemos sofrer. Deixamos a bola com eles, a Seleção Brasileira está aprendendo a mostrar a cara. Antes de querer só jogar, a gente tem que travar o jogo do adversário, Copa do Mundo passa por isso. E o mais bacana, a gente está resgatando o amor do brasileiro por nós”, encerrou.

O Brasil vai brigar por uma vaga na decisão da Copa do Mundo FIFA de Futsal na próxima quarta-feira (29), às 14h (de Brasília), em Kaunas. O adversário da Canarinho nas semifinais sairá do confronto entre Argentina e Rússia. 

Fonte: Seleção Brasileira