Tóquio 2020: Atletas do Programa Olímpico da Marinha são vacinados

 

Vice-Presidente da Comissão de Desportos da Marinha

 acompanhado dos atletas do PROLIM

 

A 70 dias dos Jogos Olímpicos de Tóquio, o Brasil deu início à vacinação da delegação brasileira. Uma das primeiras atletas a receber a vacina foi a Terceiro-Sargento Ana Marcela Cunha, integrante do Programa Olímpico da Marinha (PROLIM). A ação conjunta entre os Comitês Olímpico e Paralímpico do Brasil e os Ministérios da Saúde, da Defesa e da Cidadania começou a ser realizada no dia 13 de maio, na cidade do Rio de Janeiro e em outros estados. Cerca de 1.800 credenciados que irão às Olimpíadas e Paralimpíadas (entre atletas, paratletas, comissões técnicas e jornalistas) serão vacinados.

 

Neste primeiro dia de imunização, 11 dos 31 atletas do PROLIM, já classificados para Tóquio, receberam a primeira dose da vacinação.

 

Primeira atleta a receber a vacina foi a

Terceiro-Sargento Ana Marcela Cunha

 

As vacinas serão concedidas pelo Comitê Olímpico Internacional (COI). As doses não fazem parte das obtidas pelo Governo Federal para vacinar a população. Além disso, para cada dose cedida à delegação do Brasil, o COI vai doar outras duas ao Sistema Único de Saúde (SUS) para auxiliar na imunização dos brasileiros.

 

Fonte: Marinha do Brasil