Defesa

Término dos estados de atenção para alagamento

Prefeitura de São Paulo, por meio do Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE), Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e da Defesa Civil do município, acompanhou a chuva que atingiu a cidade. As 20h05, toda a capital retornou ao estado de observação.

 área de instabilidade vinda da região de Sorocaba que provocou chuvas nesta noite de sábado já perdeu força, restando apenas pontos mais fracos e isolados, principalmente sobre as Zonas Sul e Sudeste da Capital, além da região do ABC paulista e Baixada Santista. As próximas horas seguem com muita nebulosidade, chuvas fracas e garoa na Grande São Paulo.


Estados de atenção para alagamentos:

  • Zona Leste das 18h10 às 20h05
  • Zona Sul das 18h10 às 20h05
  • Zona Sudeste das 18h10 às 20h05
  • Zona Norte das 18h10 às 20h05
  • Zona Oeste das 18h10 às 20h05
  • Centro das 18h10 às 20h05
  • Marginal Pinheiros das 18h10 às 20h05
  • Marginal Tietê das 18h10 às 20h05



Medidas simples podem amenizar os efeitos dos alagamentos:

  • Evite transitar em ruas alagadas
  • Se a chuva causou inundações, não se aventure a enfrentar correntezas.
  • Fique em lugar seguro. Se precisar, peça ajuda;
  • Mantenha-se longe da rede elétrica e não pare debaixo de árvores. Abrigue-se em casas e prédios;
  • Planeje suas viagens, para que haja menor possibilidade de enfrentar engarrafamentos causados por ruas bloqueadas;
  • Em caso de dúvida sobre vias bloqueadas, ligue para a central de atendimento da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) através do número 156 ou entre no site da CET para saber como está o trânsito nas principais vias.

 

TENDÊNCIA PARA OS PRÓXIMOS DIAS:
A baixa pressão se desloca para o litoral e se associa com um sistema frontal no oceano, o que mantém o tempo instável nos próximos dias.

O domingo (18) deve apresentar muita nebulosidade e chuvas, que se alternam com períodos de melhoria no decorrer do dia. O sol pode aparecer rapidamente entre muitas nuvens, mas as temperaturas não sobem muito. Os termômetros variam entre mínimas de 17ºC e máximas que não devem superar os 24ºC. No decorrer da tarde as instabilidades voltam a ganhar força e causam chuvas mais significativas, o que mantém o risco para formação de alagamentos. 

Na segunda-feira (19) o sistema frontal começa a se afastar do litoral paulista, mas os ventos úmidos e frios que passam a soprar do oceano ainda causam muita nebulosidade, chuvas fracas e garoa ao longo do dia. A sensação geral deve ser de frio com termômetros variando entre mínimas de 16ºC e máximas que não devem superar os 22ºC.


Fonte: Prefeitura de São Paulo