Técnico Marquinhos Xavier renova com a Seleção Brasileira de Futsal

Treinador comandou o Brasil na última Copa do Mundo da modalidade e vai continuar no cargo para o próximo ciclo. Profissional volta a convocar a Seleção nos próximos dias

Marquinhos Xavier segue no comando da Seleção Brasileira de Futsal. Aos 47 anos, o treinador havia firmado contrato com a CBF para a disputa da Copa do Mundo FIFA da Lituânia e assinou a renovação nos últimos dias. A extensão do vínculo faz com que a Seleção Brasileira de Futsal tenha assegurada a continuidade do projeto por todo o próximo ciclo. Marquinhos já atua na preparação da próxima Data-FIFA, com período marcado para 14 a 17 de novembro.

“Entendemos que o desempenho na Copa do Mundo foi satisfatório, visto que a modalidade passou por um momento de transição e não teve o tempo de preparação ideal. A CBF fez o investimento possível e avalia como positivo o trabalho realizado pela Comissão Técnica, por isso dará ao Marquinhos Xavier o tempo necessário para o pleno desenvolvimento do futsal dentro da CBF “, destaca o Presidente em exercício da CBF, Ednaldo Rodrigues. 

Presidente Ednaldo recebe medalha do Mundial do futsal

Presidente Ednaldo Rodrigues recebeu medalha de terceiro lugar na Copa do Mundo de Futsal do técnico Marquinhos Xavier e o capitão Rodrigo

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Para o primeiro compromisso da Seleção Brasileira de Futsal com a CBF, o grupo teve à disposição a estrutura de excelência da Granja Comary, contou com o mesmo modelo de estafe das Seleções de futebol masculino e feminino e utilizou o Parque Olímpico do Rio de Janeiro para treinamentos visando a disputa da Copa do Mundo. Na competição, o Brasil terminou com a conquista do terceiro lugar, garantiu o melhor ataque, com 28 gols marcados, e a defesa menos vazada, com apenas oito sofridos, além de ter o craque Ferrão como artilheiro do torneio, com nove gols. 

“Estou muito feliz e animado com a confiança depositada pela CBF em meu trabalho. A responsabilidade aumenta, mas estamos preparados para buscar as conquistas que o nosso esporte merece. O futsal brasileiro é gigante. E com a CBF acreditando na nossa modalidade isso fica ainda mais claro. Vamos trabalhar duro para colocar o Brasil no topo do futsal mundial novamente”, declara o técnico Marquinhos Xavier. 

O coordenador de futsal da CBF, Lavoisier Freire, destaca que a manutenção de Marquinhos Xavier no cargo é fundamental para o desenvolvimento da modalidade dentro da Casa do Futebol Brasileiro. Para o ex-goleiro e ídolo da Seleção Brasileira, comissão técnica e estafe têm total tranquilidade para seguir com a confiança depositada no trabalho. 

“O ciclo da Copa do Mundo da Lituânia estabeleceu uma relação muito firme entre todos. O grupo teve ótimas condições para realizar a preparação do Mundial. A CBF não poupou esforços para atender às nossas necessidades e proporcionou um ambiente de apoio e total respeito. Tenho certeza que esta confiança depositada em nós será refletida em bons resultados”, acrescenta Lavoisier.

Brasil x Japão pelas oitavas de final da Copa do Mundo de Futsal da Lituânia. Lavoisier Freire, Mauro Carmélio, Marquinhos Xavier e Reynaldo Buzzoni

Brasil x Japão pelas oitavas de final da Copa do Mundo de Futsal da Lituânia. Lavoisier Freire, Mauro Carmélio, Marquinhos Xavier e Reynaldo Buzzoni

Créditos: Thais Magalhães/CBF

Fonte: Seleção Brasileira

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário