Servidores são capacitados para operar aeronaves remotamente

Servidores são capacitados para operar aeronaves remotamente

13/09/2021 – 11:31



A segunda turma do Curso Básico de Operação de Sistemas de Aeronaves Remotamente Pilotadas (RPAS – sigla em inglês) iniciou as aulas nesta segunda-feira, dia 13 de setembro, no Jardim Nova Europa. A capacitação é promovida pela Escola de Governo e Desenvolvimento do Servidor (EGDS), ligada à Secretaria de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas, e pela Defesa Civil de Campinas. Segue também nos dias 15 e 17 de setembro. Trinta alunos participam do curso que tem o apoio do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de SP (IFSP) – Campus Avançado de Rio Claro. 
 
 
A secretária municipal de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas, Eliane Jocelaine Pereira, participou da abertura e disse que o curso é fruto de uma parceria que vai ao encontro do mote da Escola de Governo, que é pensar a qualificação do servidor no espectro da necessidade da administração pública. “A pandemia de Covid-19 nos mostrou que as tecnologias imprimem mais celeridade e uma expansão das possibilidades de trabalho. As aeronaves remotamente pilotadas são tecnologias que foram incorporadas às atividades da administração pública, especialmente em áreas essenciais como as que estão representadas nesta segunda turma. Por último, é importante ressaltar que as capacitações também são uma oportunidade de integração entre servidores de órgãos e secretarias diferentes, estabelecendo redes para realização mais efetiva dos trabalhos.”
 
 
As aulas foram  ministradas pelo professor Wagner Martins Araújo, capitão da reserva da Polícia Militar, que promove o curso junto ao IFSP de Rio Claro. Ele agradeceu à Prefeitura por ter promovido a iniciativa e ressaltou a importância da participação dos servidores que se disponibilizaram para aprender. “Não podemos desperdiçar a oportunidade de conhecer um pouco mais e vou dividir esse conhecimento com vocês. O diretor do IFSP de Rio Claro, Marcelo Camacho, que também é professor do curso, em mensagem gravada aos novos alunos, destacou que a capacitação é extremamente importante “porque coloca o uso da tecnologia inserida dentro do dia a dia nas rotinas operacionais da Defesa Civil e está registrada como um curso de extensão junto ao Ministério da Educação (MEC).”
 
 
As RPAS são direcionadas para as emergências, segundo o diretor da Defesa Civil de Campinas, Sidnei Furtado. “Podem ser empregadas no caso de incêndios, rompimento de barragens, ações contra arboviroses, envolvendo principalmente a saúde pública. Além disso, cada órgão participante pode verificar a aplicação em seu ramo de trabalho como no trânsito e na segurança pública.” De acordo com Furtado, um fator novo é a abertura para participação da comunidade no curso. Os alunos Ari Vieira de Paiva e Renan Barbosa Pinto vieram participar da capacitação e também serão treinados para o uso do aplicativo SISS-Geo (Sistema de Informações em Saúde Silvestre) desenvolvido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).
 
 
Participaram do curso servidores das Secretarias de Serviços Públicos, Cooperação nos Assuntos de Segurança Pública, Defesa Civil de Campinas e Sanasa. Além dos dois participantes da comunidade, também houve a presença de servidores da Defesa Civil de Itatiba. 
 
A ação integra um processo amplo de treinamentos para diferentes áreas da Prefeitura Municipal e autarquias. No final de junho, 28 servidores foram capacitados na primeira turma do curso.
 
 
 
 

Clique aqui para acessar as imagens desta matéria em alta resolução

Fonte: Prefeitura de Campinas.

Leia mais notícias no Portal Defesa – Agência de Notícias.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário