Seminário debate situação dos profissionais de saúde na pandemia

Os desafios que a pandemia de Covid-19 trouxe para os profissionais de saúde, não só no Brasil como no mundo, são o tema dos Seminários Avançados do Centro de Relações Internacionais em Saúde (Cris/Fiocruz) desta quarta-feira (4/8), às 10h. Recursos Humanos em Saúde na Pandemia terá a mediação de Francisco Eduardo Campos, integrante da Fiocruz e da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). O seminário, que terá tradução simultânea para inglês e espanhol, contará com quatro convidados.

O britânico Jim Campbell, diretor do Departamento de Força de Trabalho em Saúde, da Organização Mundial de Saúde (OMS), falará sobre o enfrentamento das inequidades globais em recursos humanos em saúde na pandemia. Maria Helena Machado, pesquisadora da Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca (Ensp/Fiocruz), focará no impacto da Covid-19 sobre a força de trabalho em saúde no Brasil — um assunto que foi objeto de pesquisas por ela coordenadas.

O sociólogo Hugo Mercer, Universidade de Buenos Aires (UBA), discutirá como as instituições acadêmicas podem contribuir para enfrentar a pandemia na América Latina. Já o pesquisador do Cris/Fiocruz, Sebastián Tobar, abordará as redes estruturantes como uma estratégia para a educação permanente da força de trabalho frente à pandemia. 

Serviço:

O Seminário Recursos Humanos em Saúde na Pandemia, do Centro de Relações Internacionais em Saúde (Cris/Fiocruz) ocorre nesta quarta (4/8), às 10h, com transmissão também em inglês e em espanhol.

Em português: 

 

Fonte: Fundação Oswaldo Cruz