Segmentos de hotelaria, turismo e eventos participam de oficina de planejamento do MCJ 2022

Representantes dos segmentos de hotelaria, turismo e eventos participaram, na tarde desta terça-feira (14), das oficinas de planejamento do Mossoró Cidade Junina 2022. A reunião foi realizada no Escritório Regional do Sebrae-RN. A iniciativa é do grupo de trabalho do Conselho Municipal de Turismo, que reúne as secretarias municipais de Cultura e de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo (SEDAT), entidades e instituições parceiras. A articulação dos segmentos permitirá a elaboração de um plano de melhorias para a edição de 25 anos do evento, abrangendo fragilidades e potencialidades.

O grupo de trabalho conta ainda com participação do Sebrae-RN, da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) e da Associação Comercial e Industrial de Mossoró (ACIM). Participaram da oficina desta terça-feira, os segmentos de hotéis e pousadas, operadoras de turismo, agências de viagens e empresas de eventos.

O empresário e guia turístico Fernandes Oliveira participou da oficina e aprovou a iniciativa para ouvir os segmentos envolvidos no Mossoró Cidade Junina. “É excelente, estávamos exatamente conversando sobre isso, falamos isso na reunião do polo passado. Sempre foi uma luta nossa para que as autoridades se envolvessem e dessem uma resposta. Porque o evento já é um sucesso, mas pode ser bem melhor e essas iniciativas com certeza vão trazer resultados muito bons.

 

. Aí hoje, quando eu vi os colegas convidando para reunião fiz questão de vir, porque eu sei que a gente também pode colaborar, deve colaborar e os demais empresários também devem se envolver nesse processo para que cada vez mais tenhamos sucesso nas ações, a região cresça e que todos saiam ganhando”, afirmou Fernandes Oliveira.

Entre os meses de julho e agosto deste ano, o grupo de trabalho realizou três oficinas com participação de quadrilheiros, artesãos, artistas de companhias de teatro, grupos de dança e circos, além de profissionais do entretenimento, ambulantes e barraqueiros. Na retomada da programação do planejamento, na última segunda-feira (13), participaram representantes da CDL, ACIM, Fecomércio, Sindivarejo Mossoró e MC&VB.

Franklin Filgueira, secretário da SEDAT e presidente do Conselho Municipal de Turismo, explicou que as oficinas são resultados de três grupos de trabalho que foram formados no conselho. “O que nós pretendemos é muito simples, ouvir os segmentos envolvidos na cadeia produtiva do turismo para que a gente possa aproveitar ao máximo a percepção de negócios que eles têm, ou seja, as oportunidades que eles enxergam no Mossoró Cidade Junina. Para que além de promover um grande evento a partir do próximo ano, a gente possa também promover um grande incremento de renda, aproveitar todo o potencial econômico que esse evento traz para a cidade. Lá no meu Departamento de Economia da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, onde eu sou professor, já fizemos vários estudos do impacto econômico desse evento na cidade, mas a gente sempre teve uma avaliação, pelo menos a nossa visão, de que ele poderia render algo mais”, ressaltou o secretário.

As oficinas serão concluídas em setembro. Após a conclusão, o levantamento será encaminhado para o comitê gestor do Mossoró Cidade Junina para integrar o planejamento da próxima edição do evento.

“A nossa expectativa é que esse trabalho vai render uma série de estratégias muito importantes que a gente potencialize ao máximo possível a geração de renda e de emprego com o Mossoró Cidade Junina. O planejamento como um todo vai estar finalizado em novembro, mas as oficinas encerram ainda esta semana. Esse trabalho vai todo para um comitê gestor do Mossoró Cidade Junina de 2022, que é interno da Prefeitura de Mossoró. Essas informações serão todas processadas e inseridas dentro do planejamento estratégico do evento”, destacou Franklin Filgueira.



Fonte: Prefeitura Municipal de Mossoró.

Leia mais notícias no Portal Defesa – Agência de Notícias.