Sefaz publica edital do concurso para consultor do Tesouro Estadual

Foi publicado, na edição desta sexta-feira (22), do Diário Oficial do Estado, o edital de abertura do concurso para o cargo de Consultor do Tesouro Estadual da Secretaria da Fazenda (Sefaz). Segundo o cronograma, as inscrições vão estar abertas no período de 1º de novembro a 10 de dezembro. Já as provas devem ser realizadas em fevereiro de 2022.

“Há anos, os consultores do Tesouro Estadual desenvolvem um trabalho de excelência na Secretaria da Fazenda. Temos certeza que esse concurso vai oxigenar e elevar ainda mais a qualidade do serviço prestado pela nossa equipe”, disse o secretário de Estado da Fazenda, Marcelo Altoé.

O certame prevê dez vagas para os profissionais com formação em Ciências Econômicas e outras quatro vagas para a área de Ciências Contábeis. Além disso, estão previstas a formação de cadastro de reserva com 100 vagas (sendo 50 para cada área). No início de carreira, os salários começam com R$ 9,5 mil e podem chegar a R$ 19,3 mil no final da carreira.

Em cumprimento com a Lei Estadual nº 11.094/2020, o concurso também vai reservar três vagas exclusivas para negros (sendo duas na área de Ciências Econômicas e uma em Ciências Contábeis). Além disso, haverá uma vaga exclusiva para pessoa com deficiência, em conformidade com a Lei Estadual nº 7.050/2002.

“Esse concurso representa uma excelente oportunidade para profissionais engajados com a transformação dos serviços públicos. O trabalho dos consultores do Tesouro interfere diretamente nas finanças públicas estaduais, permitindo viabilizar recursos para financiar programas e fazer implementação de políticas públicas em benefício da comunidade”, comentou o consultor do Tesouro Estadual e presidente da Comissão do Concurso Público, Eduardo Araujo.

O secretário de Economia e Planejamento, Álvaro Duboc, diz que, aliada a outras medidas que vêm sendo aplicadas desde o início da gestão, a recomposição do quadro de pessoal é uma importante ação para garantir as muitas entregas que vêm sendo feitas pelo Governo à população capixaba. “Dentro dos limites orçamentários, estamos promovendo essa recomposição em áreas estratégicas, por meio de concursos”, explica.

Para facilitar a visualização das informações mais importantes do edital, a Comissão Organizadora do Concurso preparou uma lista com diversas perguntas e respostas para reduzir as dúvidas dos candidatos. Clique AQUI para ler o edital completo.


Qual a remuneração do Consultor do Tesouro Estadual?

O subsídio inicial é de R$ 9,6 mil e pode chegar a R$ 19,4 mil no final da carreira.


Qual o requisito para o provimento do cargo?

Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Ciências Econômicas ou Ciências Contábeis, fornecido por instituição de Ensino Superior e registro no Conselho Profissional.

O registro profissional é requisito exigido apenas para exercício profissional. Candidatos podem se inscrever para o concurso sem ter registro, com opção de regularizar o registro profissional até a data de provimento da vaga.

 

O que faz o Consultor do Tesouro?

O Consultor do Tesouro é responsável por coordenar as finanças públicas do Estado do Espírito Santo. O trabalho compreende desde a etapa inicial de elaboração do orçamento público, do acompanhamento da execução de pagamentos e transferências intergovernamentais até a elaboração da prestação de contas do Governador. O trabalho vem sendo reconhecido em nível nacional, tendo em vista que o Estado do Espírito Santo é um dos únicos entes públicos a obter Nota A de avaliação pelo Tesouro Nacional nos últimos 10 anos. Clique AQUI para saber mais da carreira.

 

Haverá quantas vagas? Haverá cadastro de reserva?

O Concurso Público visa ao preenchimento de 14 vagas, sendo 10 para área de ciências econômicas e 4 para área de ciências contábeis. Haverá constituição de cadastro de reserva de 100 vagas, sendo 50 para cada área de formação, observado o prazo de validade deste Edital. 


Qual será o critério para a escolha da lotação?

Após a nomeação, o candidato optará pelas vagas oferecidas pela Subsecretaria do Tesouro Estadual, prevalecendo como critério de lotação a classificação geral final obtida no concurso, considerando exclusivamente a pontuação obtida. 


Qual o prazo de validade do concurso?

O prazo de validade do concurso será de 02 anos, podendo ser prorrogados pelo mesmo período. 


Haverá reservas de vagas? Qual regra será utilizada?

Será respeitado o percentual de 10% para candidatos com deficiências, 17% para negros e 3% para indígenas, conforme exigência das Leis 7.050/2002 e 11.094/2020. 

Qual o prazo para as inscrições?

Estarão abertas no período de 01/11 a 10/12/2021. 


Qual o valor da inscrição?

R$ 91,05


Qual o prazo para solicitar isenção da Taxa de inscrição?

Entre as 16h do dia 01/11 e as 16h do dia 04/11/2021.


Quem tem direito à isenção da Taxa de Inscrição?

Pessoas com Deficiência (PcD), hipossuficientes, doadores de medula óssea e eleitores convocados e nomeados pela Justiça Eleitoral do Estado do Espírito Santo, que prestaram serviços nas eleições político partidárias.


Quando será a prova?

A aplicação das Provas Objetiva e Discursiva será realizada em dois turnos no dia 20/02/22.
 

Existe algum risco de o concurso ser adiado por conta da Covid-19?

Considerando as possíveis implicações relacionadas à pandemia da Covid-19, a data provável da aplicação da prova será confirmada com 30 dias de antecedência, por meio de comunicado a ser publicado no endereço eletrônico https://conhecimento.fgv.br/concursos/sefazes22
 

A prova será toda objetiva ou também haverá questões discursivas?

Além da prova Objetiva de Conhecimentos Gerais, 80 questões, e Conhecimento Específico, 40 questões, ambas de caráter Classificatório e Eliminatório, também será realizada Prova Discursiva de caráter Eliminatório.

As provas serão realizadas em dois turnos no mesmo dia?

A parte de conhecimentos específicos da Prova Objetiva será realizada na data provável de 20/02/2022, das 9h às 13h. Já a de Conhecimentos Gerais da Prova Objetiva e a Prova Discursiva serão realizadas na data provável de 20/02/2022, das 15h às 19h.
 

Quais disciplinas serão cobradas na prova?

Conhecimentos Gerais: Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico-Matemática, Informática, Matemática financeira/estatística, Finanças Públicas, Orçamento Público, Direito Administrativo, Direito Constitucional e Direito Tributário.

Conhecimentos específicos para Ciências Contábeis: contabilidade geral, contabilidade de custos e contabilidade pública.

Conhecimentos específicos para Ciências Econômicas: Microeconomia e Macroeconomia.


As provas serão realizadas somente no município de Vitória?

As provas serão realizadas preferencialmente na cidade de Vitória, Espírito Santo. Porém, tendo em vista as medidas de distanciamentos, poderão ser aplicadas em municípios próximos à Capital.

 

O candidato aprovado na Prova Objetiva garante a correção da Prova Discursiva?

Não. Somente será corrigida a Prova Discursiva dos 100 primeiros candidatos aprovados na Prova Objetiva de cada área.


Quais os procedimentos sanitários serão realizados no dia da prova?

Todos os candidatos deverão utilizar máscara de proteção individual que cubra total e simultaneamente boca e nariz; haverá aferição de temperatura durante a entrada dos candidatos, bem como distanciamento entre as cadeiras dos locais de aplicação. Recomenda-se também que os candidatos compareçam munidos de álcool em gel 70%, acondicionado em recipiente de material transparente, para uso pessoal. Além disso, não será permitida a utilização dos bebedouros, salvo para encher garrafas e/ou copos em material transparente e sem rótulo. Assim, recomenda-se que cada candidato leve e utilize sua própria garrafa de água.

 

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação da Sefaz
Alexandre Lemos/ Giordany Bozzato
(27) 3347-5511 / (27) 3347-5128
[email protected]  / [email protected]



Fonte: Governo do Estado do Espírito Santo

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário