Sedes promove capacitação para gestores das cozinhas comunitárias de João Pessoa

A Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) realizou, na tarde desta quarta-feira (9), no auditório do Centro Administrativo Municipal (CAM), o curso para gestores das Cozinhas Comunitárias e Restaurantes populares administrados pela Prefeitura de João Pessoa. A iniciativa tem como foco esclarecer sobre a importância da alimentação saudável para a qualidade de vida da população atendida.

“Nosso primeiro pilar é cuidar e garantir conforto para nossa população. Essa troca de informações só melhora o desempenho desses profissionais com o foco de ofertar um serviço de qualidade para quem frequenta diariamente nossas cozinhas comunitárias e restaurantes populares”, disse Felipe Leitão, secretário de Desenvolvimento Social.

Segundo a diretora de Economia Solidária e Segurança Alimentar e Nutricional da Sedes, Mariângela Duarte, o objetivo do curso é garantir que os trabalhadores de baixa renda, idosos, desempregados e famílias abaixo da linha da pobreza tenham acesso à refeição saudável. “Essa é mais uma ação no atendimento as famílias em situação de vulnerabilidade social. Além de desenvolvermos atividades de inclusão social, ações de educação alimentar e nutricional, também fortalecemos ações coletivas e da identidade comunitária”, destacou.

Fabiana Ferreira é uma dessas beneficiadas. Antes usuária do serviço, atualmente coordenadora da Cozinha Comunitária do bairro dos Novais. “Eu consigo enxergar os dois lados. O lado do usuário e o lado do profissional que trabalha na cozinha. Tudo que posso dizer é que me sinto feliz por ter sido amparada quando precisei e por hoje pode ajudar”, completou.

Cozinhas comunitárias – São unidades localizadas nos bairros do Novais, Taipa, Timbó, Cristo e Gervásio Maia que fornecem gratuitamente, todos os dias, alimentação à população em vulnerabilidade social, de modo a garantir sua segurança alimentar e nutricional. A iniciativa também oportuniza a geração de renda, através do incentivo à criação de grupos de produção nos moldes da Economia Solidária.

Os que podem ser atendidos são trabalhadores de baixa renda, idosos, desempregados, população desassistidas e famílias em situação abaixo da linha da pobreza.

Fonte: Prefeitura de João Pessoa.

Leia mais notícias no Portal Defesa – Agência de Notícias.