Saúde registra queda no atendimento de pessoas com sintomas respiratórios

Saúde registra queda no atendimento de pessoas com sintomas respiratórios

17/09/2021 – 17:18



Levantamento da Secretaria de Saúde de Campinas aponta queda nos atendimentos de pessoas com sintomas de doenças respiratórias, hospitalizações e óbitos por Covid-19 na cidade. A taxa de transmissão atual é de 0,8, a mais baixa de 2021. Os dados foram divulgados na tarde desta sexta-feira, 17 de setembro, durante transmissão ao vivo na internet. 
 
 
Na rede de saúde municipal – Centros de Saúde e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) – foram realizados, na semana de 29 de agosto a 4 de setembro, 5.186 atendimentos de pessoas com sintomas respiratórios. Na semana seguinte, de 5 a 11 de setembro, foram 4.155. Já nesta semana, de domingo, dia 12, até quinta-feira, dia 16, foram atendidas 3.817 pessoas com sintomas do gênero. 
 
 
“Os números nos mostram que estamos caminhando para um controle da pandemia”, afirmou o prefeito Dário Saadi. 
 
 
De acordo com a diretora do Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa), Andrea von Zuben, apenas 20% dos casos se confirmam como Covid-19. Sobre a taxa de transmissão, ela explica que o número mostra que os casos estão retrocedendo. 
 
 
Internações
 
 
Em relação às internações, em março deste ano 3.088 pessoas foram internadas. Em agosto foram 512. Neste mês, até dia 16, foram 23 internações. 
 
 
Retomada
 
 
Os 67 centros de saúde de Campinas estão começando a avaliar todos os casos represados durante a pandemia para reorganizar a rede. 
 
 
“Todos os casos, inclusive os pacientes que tiveram Covid e estão com sequelas, estão sendo reavaliados e classificados para os devidos encaminhamentos”, afirmou a diretora de Saúde de Campinas, Deise Hadich, durante a transmissão nas redes sociais desta sexta-feira.  
 
 
As unidades continuam atendendo as pessoas com sintomas respiratórios. Além disso, a vacinação contra a Covid é feita diariamente em 64 centros de saúde (apenas os CSs Boa Esperança, Carlos Gomes e Campina Grande não fazem a imunização). 

Clique aqui para acessar as imagens desta matéria em alta resolução

Fonte: Prefeitura de Campinas.

Leia mais notícias no Portal Defesa – Agência de Notícias.