RUMO CERTO – Por meio de projeto social, jovens vivenciam a experiência do primeiro emprego

Já pensou, aos 15 anos estagiar e conhecer a rotina administrativa de órgãos conceituados da cidade? O programa Rumo Certo, da Prefeitura de Boa Vista, oferece esta experiência para quase 160 jovens, que hoje atuam como se já estivessem no primeiro emprego. A ideia é que eles cheguem à maioridade preparados para os desafios de uma carreira profissional.

O programa começou em 2001, com “Guarda Mirim” e, em 2015, passou a se chamar Rumo Certo. É por meio dele que a prefeitura oferta vagas de estágios para jovens entre 15 a 18 anos. Enquanto aprendem uma profissão, eles aproveitam cursos e capacitações e recebem uma bolsa de R$ de 500 mensais, vale-transporte e uniforme.

Atualmente, oito instituições mantêm convênios com a prefeitura e recebem os estagiários. São eles: Tribunal de justiça, Tribunal de Contas, Instituto Euvaldo Lodi (IEL), Federação das Indústrias do Estado de Roraima (FIER), Serviço Social do Comércio (SESI), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), e secretarias municipais.

Há três anos exercendo com zelo suas funções no Fórum Advogado Sobral Pinto, a jovem Liane Dias, 17, despertou ainda mais o desejo de cursar Direito por vivenciar na prática a rotina judiciária. “A experiência é maravilhosa. Nos dá muitas oportunidades de aprender. Dedicação 100% no trabalho. Eu não sabia mexer em computador e hoje já sei. Trabalho com documentos, mexo com processos e aprendi um pouco do Direito que é uma carreira que pretendo seguir”, disse.

Para a sua chefe, Adahra Menezes, os jovens do programa são sempre bem-vindos e são eles que agilizam o primeiro atendimento no órgão. “Um programa muito importante para essa fase da vida. A gente fica feliz de fazer parte desse momento de formação pessoal e profissional. A Liane como já está há um bom tempo aqui, consegue dar vasão a vários atendimentos sem precisar levar aos servidores. Ajuda muito na nossa rotina de trabalho, além disso, aprendem uma profissão”, disse.

É numa secretaria municipal que Débora Meline, 16 anos, iniciou suas atividades há cerca de três semanas. Ela disse estar confiante e feliz com o novo desafio. “Eu penso muito no futuro, em crescer profissionalmente. Vou aproveitar bastante. Quero fazer uma faculdade e me formar. Eu sempre quis aprender cedo uma profissão e hoje tenho essa oportunidade”, frisou.

Além do estágio, o município proporciona outras vantagens, não só aos jovens do Rumo Certo como aos demais integrantes dos projetos sociais. Através de uma parceria com o CETERR, eles podem ingressar em cursos técnicos. E os que estão finalizando o 3º Ano do Ensino Médio são encaminhados para o Pré-Vestibular Solidário da Universidade Federal de Roraima (UFRR), uma forma de conduzi-los na carreira após o tempo no programa.

Estagiou e se firmou no emprego

Há histórias de quem estagiou e no empregou ficou. É o caso da jovem Railany, que fez parte do programa entre 2017 e 2018, estagiando em uma secretaria municipal. Hoje é uma servidora da prefeitura e por conta do programa aprendeu a gostar da área administrativa.

“Entrar no projeto foi gratificante, chegou no momento certo. É um projeto muito interessante porque ajuda o jovem adolescente a pensar no que quer ser quando terminar os estudos. Foi através dele que me identifiquei com a área profissional que eu queria seguir. Hoje estou cursando e quase me formando em administração. Estou muito feliz por tudo que aconteceu na minha vida”, disse.

Município atende 3 mil crianças, adolescentes, jovens e idosos em projetos sociais

Investir em ações que mudam a vida das pessoas. É com esse propósito, que hoje a prefeitura atende mais de 3 mil pessoas através dos projetos Crescer, Dedo Verde, Rumo Certo, ArtCanto, Cabelos de Prata e Conviver. São crianças, adolescentes, jovens e idosos envolvidos em ações que melhoram qualidade de vida e trazem oportunidades para o futuro.

Seja através da música, das oficinas profissionalizantes, dos estágios, da convivência e socialização, da conscientização ambiental e atividades que elevam a autoestima na terceira idade.

Fotos: Giovani Oliveira

Fonte: Prefeitura Municipal de Boa Vista.

Leia mais notícias no Portal Defesa.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário