Projeto apoiado pela Fapitec desenvolve plataforma para consulta de preços

Aplicativo criado com fomento do Governo do Estado permite que usuários tenham acesso a diferentes ofertas de preços com base no consumo mensal

Mapear as melhores ofertas de preços e garantir a economia aos usuários durante o processo de compras. Esses são os objetivos da plataforma digital Levve, aplicativo desenvolvido com incentivos do Programa Centelha, edital conduzido pelo Governo do Estado através da Fundação de Apoio à Pesquisa e à Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe (Fapitec).

“O objetivo principal é garantir economia à família e ao seu negócio em poucos cliques, com base no consumo mensal, obtidos a partir das notas de compras”, explicou o coordenador do projeto, Guilherme Wanderley Andre. Também integram a equipe os gerentes de Negócios Carlos Alberto Luduvice Junior, Fábio Luiz Ribeiro Neves e Luis Carlos Sousa de Araújo, e o gerente de Tecnologia Fabrício Rogério Santos Santana.

Ainda segundo Guilherme, as funcionalidades já definidas serão validadas por meio de testes primários. “Passamos algum tempo concentrados nas funcionalidades que poderíamos desenvolver. Entretanto, acabamos de finalizar a definição da marca que usaremos e fechamos todas as funcionalidades que sairão em breve como Mínimo Produto Viável (MVP)”, salientou.

“A nossa maior expectativa hoje é lançar o nosso MVP no mercado e acompanhar toda essa fase inicial, na qual vamos alimentar um banco de informações importantes. Com ele, poderemos apresentar resultados para quem utilizará nossa ferramenta”, completou o idealizador do projeto.

O coordenador também pontua a relevância do suporte da Fapitec no desenvolvimento da plataforma. “Com o Centelha e a Fapitec, encontramos um incentivo financeiro para investir em necessidades que, talvez, fôssemos adiar, como forma de ter um lançamento mais enxuto. Além disso, encontramos formas mais estruturadas de organizar como deveríamos seguir nosso projeto”, explicou Guilherme.

Centelha

O edital segue o intuito de estimular o empreendedorismo inovador para o desenvolvimento de bens e serviços, a partir da transformação de ideias em negócios que incorporem novas tecnologias a setores estratégicos em Sergipe. Durante a primeira edição do programa, que contou com R$ 1,2 milhão em incentivos, mais de 20 empresas foram contempladas . O mesmo montante será reservado à segunda edição do edital, já em vias de lançamento. O Centelha conta com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT/FINEP) e contrapartida do Fundo Estadual para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funtec).

 

Fonte: Governo do Sergipe

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário