Primeiras impressões e como jogar Cyberpunk 2077


Cyberpunk 2077 está finalmente aqui. Depois de uma longa espera de oito anos desde o primeiro logotipo revelado, que incluiu um atraso atrás do outro, um dos jogos mais esperados de todos os tempos chegou. Só na data de seu lançamento oficial, em 10 de dezembro, um milhão de pessoas jogaram o título.

Além disso, desde esse dia, o RPG narrativo e de mundo aberto tornou-se um dos principais assuntos entre os jogadores, jornalistas, editores e até mesmo o público em geral que gosta de se manter em contato com o mundo dos games. 

As expectativas não eram baixas. Afinal, é o novo jogo dos produtores de The Witcher 3: Wild Hunt, que para muitas pessoas é um dos melhores títulos da última década. Neste artigo, vamos falar sobre as primeiras impressões sobre Cyberpunk e você vai descobrir como jogá-lo. Por isso, continue lendo e prepare-se para ver as ruas de Night City.

Cyberpunk 2077: Bem-vindo à Night City

Em Cyberpunk 2077 nos afastamos das colinas de The Witcher para as ruas da rica e sempre ativa cidade de Night City, uma metrópole distopia localizada ao sul de São Francisco. Essa é uma cidade vertical densa que contém segredos e missões secundárias. 

Cada missão e cada canto parecem estar cheios de histórias e, gostando ou não, você também faz parte deste mundo. Inclusive, o jogo oferece diversas escolhas que influenciam na história, e também traz uma enorme quantidade de atividades e, é claro, lugares para explorar.

A metrópole que serve de cenário para o game é incrivelmente detalhada e bem projetada. Ela foi construída usando a mais recente tecnologia gráfica junto com um design visual inteligente. Não é difícil querer observar tudo ao redor antes de se atentar ao enredo ou objetivo da missão.

Cyberpunk 2077 - Bem-vindo à Night City

Gráficos, jogabilidade e mais!

Entre as características de Cyberpunk 2077 que chamam a atenção, podem ser destacadas:

Realismo e excelente renderização

Vamos começar a falar pelo gráfico de 2077, que é um ponto impressionante e que merece destaque, sobretudo pelos efeitos do nevoeiro, as superfícies reflexivas e iluminação e sombras relativamente precisas. 

Pequenos detalhes que aumentam o realismo do game contribuem muito para aumentar também o aspecto de imersão. Cyberpunk 2077 apresenta muitos personagens altamente detalhados e a qualidade geral da imagem neste jogo é realmente incrível, embora não seja perfeita. Existem alguns bugs e limitações gráficas que acabam comprometendo a experiência. 

Criação e personalização do personagem

Como a maioria dos jogos, você pode personalizar o personagem com o qual joga, desde o início. Assim, a primeira coisa que você encontra em Cyberpunk 2077 é justamente a ferramenta de criação de personagem, que pode ser até mesmo um pouco surpreendente. Isso porque você consegue configurar todos os detalhes, incluindo a escolha de voz, entre masculino ou feminino, e genitais, fazendo com o que seu personagem seja da forma que você quiser. 

Você começa a história como V, um personagem em Night City que desde o início dá uma vibração de anarquia futurista distópica. Felizmente, a escolha do gênero ou dos órgãos genitais de V não afetará as missões e a jogabilidade. Contudo, uma coisa que muitas pessoas podem considerar como um ponto negativo, é que a personalização é limitada a uma série de modelos predefinidos para cada parte do rosto e corpo.

Movimentos e controles

Os movimentos e controles do personagem são bastante fluidos e fáceis de entender. Mas assim como estatísticas e tipo de corpo, você pode escolher a trajetória de vida de seu personagem, que determina não apenas onde você começa em Cyberpunk 2077, mas também algumas das opções de conversa que você terá ao longo dele. 

Dessa forma, as suas escolhas e personalizações realmente importam para o tipo de versão da experiência que você vai ter.

Primeiras impressões sobre Cyberpunk 2077.

Trilha sonora envolvente

Todos nós sabemos que a música é um aspecto fundamental para uma ótima experiência de jogo. E, felizmente, é possível dizer que mais um ponto de destaque de Cyberpunk 2077 é a sua trilha sonora. Ela ajuda a aumentar a imersão do jogo em um grau surpreendente, sobretudo por se tratar de um game futurista e pós-apocalíptico.

Saiba o que você precisa para jogar Cyberpunk 2077

Cyberpunk 2077 foi lançado oficialmente para PlayStation 4 (PS4), Xbox One e PC. Além disso, o jogo também rodará nos novos PlayStation 5 (PS5) e Xbox Series X/S, via retrocompatibilidade. Mas, em 2021, ele receberá uma atualização gratuita, que promete otimizar o seu desempenho e melhorar os gráficos nas novas plataformas. Para comprar o jogo, basta acessar um dos sites abaixo:

Para jogar Cyberpunk 2077 no computador, é válido ressaltar que esse não é um game leve e ele exige bastante processamento gráfico e uma placa de vídeo aplicada para funcionar bem. Portanto, os componentes devem atender ou exceder aos requisitos mínimos. 

Confira a seguir as especificações para rodar 2077 no seu PC:

Requisitos mínimos

  • Sistema: Windows 7;
  • Processador: Intel Core i5-3570K ou AMD FX-8310 ;
  • Vídeo: NVIDIA GeForce GTX 780 ou AMD Radeon RX 470;
  • Memória: 8 GB de RAM;
  • Armazenamento: 70 GB livres em disco.

Requisitos recomendados

  • Sistema: Windows 10;
  • Processador: Intel Core i7-4790 ou AMD Ryzen 3 3200G;
  • Vídeo: NVIDIA GeForce GTX 1060 ou AMD Radeon R9 Fury;
  • Memória: 12 GB de RAM;
  • Armazenamento: 70 GB livres em disco (SSD).

Por Alan Carvalho.

Veja outras dicas de games na categoria Games.