Novo corregedor da Funasa toma posse nesta quarta-feira

Novo responsável pela Corregedoria tem duas décadas de experiência no serviço público e trabalhou por dez anos em procedimentos de investigação de desvio funcional e investigações internas

O ato de assinatura aconteceu nesta manhã, no gabinete da Presidência, em Brasília

Foto: Paulo R.Souza

Tomou posse, nesta quarta-feira (17/03), o novo corregedor da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), Adriano Lima da Costa. O ato de assinatura foi conduzido pelo presidente da Funasa, Coronel Giovanne Silva, pela manhã, no gabinete da Presidência, em Brasília.

Costa tem 22 anos de experiência – 12 no Exército Brasileiro e 10 como auditor de Controle Interno do Distrito Federal -, atuando em procedimentos de investigação de desvio funcional e investigações internas de casos de fraude, corrupção, nepotismo e outros.

Formado na turma de 2002 da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), na arma de Infantaria, Adriano Costa permaneceu no Exército Brasileiro até março de 2010, tendo atingido o posto de Capitão e desempenhado funções relevantes.

Em seguida, Costa foi diretor de Informações Estratégicas do Governo do Distrito Federal, assessor da Auditoria-geral da Controladoria-geral do Município do Rio de Janeiro (CGM/RJ), diretor de Inspeção da Folha de Pagamento da Controladoria-geral do Distrito Federal (CGDF), assessor da Unidade de Controle Interno da Secretaria de Estado de Mobilidade do Distrito Federal (Semob/DF), assessor de Inteligência Fiscal do Governo do Distrito Federal e assessor da Secretaria de Estado de Economia do Distrito Federal (SEEC/DF).

“Estou muito feliz com a oportunidade de vir trabalhar na Funasa. Tenho mais de 20 anos de experiência no serviço público, primeiro como oficial do exército, atualmente como servidor público civil. Em todos os locais em que tive o privilégio de servir, a questão fundamental que sempre guiou minha atuação foi: ‘Como meu trabalho pode melhorar a vida do cidadão’? Hoje, apresento-me com o mesmo espírito de servir ao público, bem como de colaborar com a construção de um ambiente de integridade e com o cumprimento da missão institucional desta Fundação”, disse.



Fonte: Fundação Nacional de Saúde – FUNASA