NASA reativa as funções de seus veículos exploradores em Marte

Créditos: NASA

Depois de duas semanas sem comunicação, os veículos utilizados pela NASA para a exploração de Marte retornaram ao funcionamento completo. O veículo conhecido como Rover Perseverance retomou suas operações, depois de ter algumas funções desligadas, devido a uma conjunção solar que ocorreu neste mês.

Além do Rover Perseverance, o Rover Zhurong, da China, também foi reativado, tendo em vista que precisou passar pelo mesmo tipo de desligamento que o rover utilizado pela Nasa. O desligamento de algumas funções dos veículos ocorre porque as agências espaciais não conseguem estabelecer uma comunicação eficiente com os rovers durante o período de conjunção solar,  

As informações de que estes veículos foram reativados durante esta semana foram dadas através de um relatório do Global Times.

O Rover Perseverance da NASA retomou as operações em 19 de outubro e imediatamente retomou sua jornada de exploração pelo planeta vermelho. Outros rovers, incluindo o Curiosity, também foram configurados para desempenhas apenas suas operações mínimas durante a conjunção.

Assim como o da NASA, o rover chinês Zhurong também coletou dados valiosos durante o período de “blecaute”, já que é a primeira vez em que o país tem um de seus rovers passando por tal experiência. Os dados coletados durante esse período de conjunção solar, sem dúvidas, foram capazes de trazer informações importantes para o país, com o objetivo de expandir seus estudos no setor de tecnologia espacial.

Além do rover Zhurong, a China também tem planos de enviar sondas a Júpiter, em um futuro próximo, de acordo com o mesmo relatório publicado pelo Global Times.

No final do mês passado, todas as comunicações entre sondas ou rovers no sistema de Marte e a Terra sofreram fortes apagões devido a interrupções da radiação solar causada por esta conjunção solar. Isso acontece quando a Terra e Marte se movem para lados opostos do sol.

Em razão disto, muitas pessoas na internet expressaram preocupação com o veículo utilizado pelas agências espaciais, no entanto, para garantir que nada de ruim acontecesse aos rovers, a equipe de controle de cada país suspendeu as tarefas de exploração dos veículos.

Além disso, segundo Jiao Weixin, um professor de ciências espaciais da Universidade de Pequim, situações como esta são comuns e, quando tratadas corretamente, não representam perigo aos veículos utilizados pelas agências. “Conjunção solar é um fenômeno comum quando exploramos corpos celestes no sistema solar, especialmente com Marte e outros corpos celestes próximos ao sol”, explicou ele.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário