Ministério do Turismo institui Fórum de Segurança Turística

O Ministério do Turismo instituiu nesta semana o Fórum de Segurança Turística (SEGTur) com o intuito de propor ações que garantam a segurança do turista durante suas atividades nos destinos e atrativos do país. Formado por representantes de diversas áreas da Pasta e coordenado pela Secretaria Nacional de Desenvolvimento e Competitividade do Turismo, o colegiado terá a missão de discutir políticas, consultar autoridades relacionadas à área, realizar estudos e conhecer práticas mercadológicas, além de observar experiências internacionais no assunto.

O ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, ressaltou a importância deste tema para a atividade turística no Brasil, principalmente neste momento de retomada. “A segurança dos nossos destinos turísticos é um dos temas prioritários do nosso governo. Com esta iniciativa, esperamos propor políticas integradas com outros ministérios que aprimorem políticas e reforcem a segurança dos nossos turistas”, concluiu.

De acordo com a portaria que instituiu o Fórum, o grupo se reunirá semestralmente de forma ordinária, conforme calendário a ser aprovado na primeira reunião do ano e, em caráter extraordinário, sempre que convocado pelo coordenador ou pela maioria de seus membros. Além disso, o colegiado deverá produzir relatório com resumo dos trabalhos realizados e proposições decorrentes, ao final de cada ano, a ser submetido ao ministro do Turismo.

EM DEBATE – Durante o primeiro semestre deste ano, o Ministério do Turismo e a Embratur promoveram uma série de encontros para debater assuntos relacionados à segurança turística no país. Além da segurança pública, a Oficina de Segurança Turística planeja trabalhar em outros eixos que envolvem as seguintes áreas: Vigilância Sanitária; Relações de Consumo; Prevenção à Exploração de Crianças e Adolescentes no Turismo; Defesa Civil; e Transporte e Comunicação Positiva.

Entre as contribuições estão a possibilidade de realização de campanhas que incentivem os turistas a adotarem o “Turismo Responsável” e que impulsionem a adesão de empresas ao Código de Conduta Brasil, que tem por objetivo orientar e estabelecer padrões de comportamento ético quanto a prevenção e enfrentamento à exploração sexual de crianças e adolescentes.

O Ministério do Turismo também tem atuado, junto ao Ministério da Justiça e Segurança Pública, para a criação de indicadores relacionados à segurança pública nos principais destinos e atrativos brasileiros.

Por Victor Maciel

Assessoria de Comunicação do Ministério do Turismo



Fonte: Ministério do Turismo.
Leia mais notícias no Defesa – Agência de Notícias.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário