Marinha e Petrobras promovem capacitação de militares para atuar no combate à poluição hídrica no Pantanal

 

Aulas práticas de técnicas abordadas em sala de aula

 

Técnicos e engenheiros da Petrobras estiveram, de 18 a 22 de outubro, no Complexo Naval de Ladário (CNLa) para ministrar o curso “Prevenção e combate a vazamentos de petróleo e seus derivados”. Foram adestrados 13 militares da Base Fluvial de Ladário (BFLa), organização militar subordinada ao Comando do 6º Distrito Naval (Com6ºDN).

 

A iniciativa é decorrente do convênio firmado em 2008 e prorrogado em 2018, por mais 10 anos, entre o Com6ºDN, por intermédio da BFLa, e a Petrobras. O propósito é realizar atividades conjuntas, como a adoção de práticas que visam ampliar a prevenção da poluição por petróleo e seus derivados no Rio Paraguai.

 

Aulas teóricas realizadas na BFLa

 

O Terceiro-Sargento Fábio Severiano dos Santos, que faz parte da equipe do Plano de Emergência Individual da BFLa, responsável pelas atividades de combate à poluição hídrica no Rio Paraguai, compartilhou a experiência que teve recentemente. “Há poucos dias, fomos acionados para atuar com barreiras de contenção flutuantes em um acidente com naufrágio de embarcação, então é fundamental que estejamos aptos para emergências como essa”, disse.

 

Fonte: Marinha do Brasil

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário