Justiça dos EUA acusa homem de ameaçar matar Donald Trump em cartas assustadoras

A ameaça foi feita através de cartas. O Departamento de Justiça dos Estados Unidos divulgou a informação nesta quinta-feira (18), por de um comunicado.

“Damien Grant, 33, é acusado de três acusações de ameaça contra um funcionário federal, duas acusações de enviar comunicações ameaçadoras pelo correio e uma acusação de ameaçar o presidente dos Estados Unidos”, disse o comunicado.

O Departamento de Justiça disse que a carta que Grant enviou a Trump em dezembro de 2020, citada na acusação, é especialmente assustadora.

“No minuto em que você sair do escritório, vou fazer com que disparem em você, vou fazer um nacho e sentar e rir quando sua cabeça chegar à sua esposa e ao serviço secreto”, escreveu Grant.

Em novembro e dezembro, o homem fez ameaças em série em uma sequência de seis cartas, cada uma das quais resultou em uma acusação.

Grant escreveu cartas ameaçadoras também para um juiz distrital, um policial e um promotor federal, todos no estado de Illinois, onde ele enfrentará o julgamento.

Presidente norte-americano Donald Trump discursando durante encontro com seu homólogo sul-coreano, Moon Jae-in, na Casa Branca, em 22 de maio de 2018

©
AP Photo / Evan Vucci
Presidente norte-americano Donald Trump discursando durante encontro com seu homólogo sul-coreano, Moon Jae-in, na Casa Branca, em 22 de maio de 2018

A acusação de ameaçar o presidente dos Estados Unidos acarreta uma pena máxima de cinco anos de prisão, enquanto cada uma das outras acusações acarreta uma pena de até dez anos.

Fonte: Sputnik News