Infância: desenvolvimento sustentável e a erradicação do trabalho seguem em pauta

2021-09-14 15:36:00 – Jornalista: Carla Cardoso

Os temas serão debatidos em encontro online nesta quarta (15), a partir das 10h

Os objetivos de desenvolvimento sustentável e a erradicação do trabalho infantil são os assuntos em pauta na 4ª Reunião Extraordinária de 2021 da Comissão Intersetorial de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil e Proteção do Adolescente Trabalhador, que acontece nesta quarta-feira (15), de forma online a partir das 10h. Qualquer pessoa pode participar da reunião. Basta acessar aos links: meet.google.com/eys-jirm-msx e meet.google.com/zne-aegz-fng.
As convidadas do encontro são: Poliana Aguiar, do Monitoramento/Gestão do Sistema Único de Assistência Social (Suas), e Elaine Antunes, da Gestão do Trabalho/Suas e do Programa Nova Vida.

Elisa Silva, coordenadora do Programa de Erradicação do trabalho Infantil (Peti Macaé), fala sobre a importância de se debater esse tema constantemente. “A agenda 2030 é um compromisso que os países, inclusive o Brasil, adotaram, com a finalidade de promover o desenvolvimento sustentável em todo o planeta. Por meio de um plano de ação, composto de 17 objetivos e 169 metas, intenciona-se a erradicação da pobreza e a vida digna para todos os povos. Dentro da proposta está a erradicação do trabalho infantil, combatendo esta violação de direitos e garantindo trabalho decente a todos.

I Plano de combate e erradicação – Elisa lembra que essa discussão é contemplada no eixo 5 do I Plano Municipal de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil e Proteção do Adolescente Trabalhador. O documento ressalta a meta que é preciso tomar medidas imediatas e eficazes para erradicar o trabalho forçado, acabar com a escravidão moderna e o tráfico de pessoas e assegurar a proibição e a eliminação das piores formas de trabalho infantil, incluindo o recrutamento e a utilização de crianças-soldado, e até 2025 acabar com o trabalho infantil em todas as suas formas.

Fonte: Prefeitura Municipal de Macaé.

Leia mais notícias no Portal Defesa – Agência de Notícias.