Ídolo da Democracia Corinthiana, Casagrande completa 58 anos


Foto: José Pinto/Placar


Um dos maiores ídolos da história do Corinthians comemora mais um aniversário nesta quinta-feira (15). Natural de São Paulo, o ex-atacante Casagrande completa 58 anos de idade. 

A história de Casão no Corinthians não poderia começar melhor. Logo no primeiro jogo com a camisa alvinegra, no dia 03 de fevereiro de 1982, o ex-centroavante marcou quatro dos cinco gols que o Timão aplicou no Guará-DF, pela Taça de Prata, em duelo realizado no Pacaembu. 

Naquele ano, Casagrande viveu uma das melhores fases dele no Timão. Pelo Campeonato Paulista, no qual se sagraria campeão, o ex-atacante marcou 28 gols e foi artilheiro isolado da competição. Em 83, Casão novamente teve desempenho destacado ao lado de Sócrates, Zenon e companhia. Mais um título estadual foi conquistado pelo Coringão. 

Além dos taças conquistadas dentro de campo, Casagrande foi personagem importante na Democracia Corinthiana, que marcou uma geração de torcedores na luta pelo direito ao voto no país e pela participação de todos do elenco alvinegro nas decisões relacionadas ao futebol corinthiano. 

Depois de deixar o Timão em 1986, Casagrande voltou a ter um momento emocionante com o clube em 1993. O ex-atacante defendia o Flamengo e foi ao Pacaembu para enfrentar o Alvinegro do Parque São Jorge. Casão foi recebido pela Fiel com o canto de “Doutor, eu não me engano, o Casão é corinthiano”. Até hoje, o ex-jogador diz que não esperava essa recepção e se emocionou bastante. Tanto que no ano seguinte, voltou ao clube para jogar mais um ano. 

Ele encerrou seu ciclo com o manto alvinegro no final de 1994. Ao todo, fez 256 jogos e 103 gols pelo clube. Aposentado anos depois, o ex-jogador do Timão se tornou comentarista de futebol no Grupo Globo, posição que ocupa desde o final dos anos 1990. 

O Sport Club Corinthians Paulista deseja um feliz aniversário para Casagrande.




Tags: Notícias, Futebol, Especiais

Categoria(s): Futebol, Especiais

Fonte: Corinthians