Hospital Regional de Patos atendeu 147 pessoas no final de semana

O plantão da Emergência e Urgência do Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro (CHRDJC), de Patos, nesse final de semana (11 a 13/06), registrou o atendimento de 147 pessoas. Entre as 18h da sexta-feira (11) até a meia noite deste domingo (13), a unidade realizou ainda 17 procedimentos cirúrgicos. 

O plantão do sábado e do domingo registraram o mesmo quantitativo de entradas, com 64 pacientes em cada dia, e das 18h à meia noite da sexta-feira, mais 19 pessoas foram atendidas. Comparando esses dados com os do final de semana anterior, a unidade registrou um aumento de 27% nos atendimentos gerais e de 54%  nos acidentes de trânsito.

O relatório de gestão do hospital, que integra a rede estadual de saúde, apontou ainda que 20 pessoas deram entrada na unidade por causa de acidentes de trânsito, sendo 16 delas decorrentes de acidentes com motos e outros quatro com bicicletas. Dos acidentados, a maior parte deles foi da cidade de Patos, com 11 pessoas no total. Mas houve registro de acidentados vindo das cidades de Vista Serrana, Princesa Isabel, Paulista, Imaculada, Teixeira, Matureia, Igaracy e Coremas. Dos 20 acidentados, cinco deles – todos motociclistas – precisaram ficar internados em decorrência da gravidade dos traumas. Os demais tiveram alta após receberem os cuidados devidos.

Na emergência, além dos casos envolvendo os acidentados com motos, os demais motivos dos atendimentos da unidade nesse final de semana foram de pacientes com síndrome gripal, dor abdominal, queda da própria altura, dor no peito, acidente com animal peçonhento, rebaixamento da consciência/desmaio, dificuldade de respirar, hipertensão, acidente com objeto perfuro/cortante, dor na perna e dor renal, entre outros.

O diretor geral do Complexo, Francisco Guedes, lamenta que a unidade, que vinha registrando quedas de atendimento nos últimos três finais de semana, tenha registrado esses aumentos nesse final de semana. “Nosso censo da Urgência e Emergência mostra que tivemos aumento tanto nos atendimentos gerais, quanto no número de acidentados, o que só podemos atribuir à maior movimentação das pessoas, mesmo estando num momento de algumas restrições por causa da pandemia”, afirmou o diretor. 

Fonte: Governo da Paraíba