Governo Municipal abre a IV Semana Internacional de Mediação de Conflitos e Justiça Restaurativa de Petrópolis

O governo interino abriu oficialmente ontem (21.09) a IV Semana Internacional de Mediação de Conflitos e Justiça Restaurativa de Petrópolis. O evento on-line, promovido pela Prefeitura, por meio do programa Petrópolis da Paz, está sendo transmitido pelo canal da Prefeitura de Petrópolis no Youtube (https://www.youtube.com/c/PrefeituradePetr%C3%B3polisOficial).

A programação explorará diversos temas relacionados à mediação de conflitos e seguirá até o próximo dia 30, com a participação de profissionais de renome da área no Brasil e no mundo.

O governo interino lembrou, durante a abertura do evento, sobre a importância do trabalho realizado em Petrópolis por meio do programa Petrópolis da Paz. “É um trabalho que é referência para o Brasil e também para o mundo. Tem como base o diálogo, a conciliação, a promoção da paz. Ver este projeto, ouvir sobre ele, participar disso de alguma forma me enche de orgulho porque é algo em que eu realmente acredito. Só tenho que parabenizar a toda a equipe do governo. Será, sem dúvida, uma semana enriquecedora”, destacou.

A coordenadora especial de Articulação Institucional lembrou a importância do trabalho e exemplificou falando sobre a Justiça Restaurativa, que é um dos pilares do programa, voltada para os adolescentes em medidas socioeducativas. “O governo procura a todo tempo promover a inclusão desses adolescentes e a Justiça Restaurativa é a ferramenta que oferece esse futuro, para que o ciclo de violência seja quebrado. Estamos olhando para além dos muros e temos orgulho de fazer parte deste grupo”, aponta.

A coordenadora do programa Petrópolis da Paz salientou que o evento é importante para difundir estratégias “O evento é pioneiro. A nossa preocupação é trazer renovação dos pensamentos, atitudes e ações. Tudo se renova. Nosso intuito é identificar as estratégias e soluções para enfrentar os conflitos. Temos que pacificar a sociedade e a cultura da paz é um conjunto de valores, como respeito a vida, a não violência por meio do diálogo e a educação”.

Durante o evento, serão apresentados temas como a Mediação na América Latina, Mediação Desportiva, Justiça Restaurativa, Mediação em planejamento sucessório, A mediação no direito de família, Violência doméstica, Mediação no Brasil, entre outros. Além dos brasileiros, participam profissionais de países como a Argentina, Espanha e Portugal.

Programação completa da IV Semana Internacional de Mediação de Conflitos e Justiça Restaurativa de Petrópolis segue durante a semana:

22/09
16h – Ricardo Ariel Riva – Mediação na América Latina
18h – Klever Paulo Leal Filpo – Mediação Judicial ou Extrajudicial? Reflexões a partir de uma perspectiva empírica
20h – Adolfo Braga Neto – Mediação e administração pública: desafios e vantagens

23/09
18h – Leoberto Narciso Brancher – Justiça Restaurativa: uma trajetória em Caxias do Sul
20h – Eduardo Antonio Aciem – Benefícios do Pensamento Sistêmico na Mediação de Conflitos.

24/09
16h – Maria Dolores Hernandez – Lançamento do livro: ?Qué le dice la liebre al soldadito de plomo?
18h – Cristiano Augusto Nogueira – A mediação no direito de família
20h – Rovena Lopes Paranhos – Mediação e psicologia: um encontro nobre

25/09
16h – Nuria Calvo Boizas – Mediação Desportiva
18h – Solon Michalski – A mediação junto da Lei do Superendividamento

26/09
16h – Luciana Asper y Valdes – Projeto na moral: o combate à corrupção começa na escola
18h – Sávio Cesar Reis – Violência doméstica

27/09
16h – Adriana Almeida Souza – Escuta ativa: acolhimento pedagógico em atenção, cuidado e carinho

28/09
14h – Juliana Loss de Andrade – Mediação no Brasil
16h – Luísa Tavares – Justiça Restaurativa
18h – Yulli Rotter Maia – A paz é uma responsabilidade de cada pessoa

29/09
18h – Lívia de Barros Lima – Mediação em planejamento sucessório
20h – Moacyra Verônica C. R. – A Mediação como protagonista de uma jornada a caminho de uma Justiça mais humanizada

30/09
16h – Célia Nóbrega dos Reis – A jornada do mediador – o autoconhecimento e o mindset como ferramentas “fora da caixa”
20h – Flávia Moreira Guimarães – A atuação do Conselho Nacional de Justiça na democratização do acesso à justiça



Fonte: Prefeitura Municipal de Petrópolis.

Leia mais notícias no Portal Defesa – Agência de Notícias.