Governo do Estado já distribuiu mais de 5 milhões de doses de vacina contra Covid-19

Chegou a Belém, na tarde deste sábado (31), a 49ª remessa de vacinas contra Covid-19, enviada pelo Ministério da Saúde (MS), com 154.440 novas doses da Pfizer. Ao todo, o Estado do Pará já recebeu 5.819.840 milhões de doses de imunizantes dos quais 1.628.740 foram da CoronaVac/Sinovac; 3.196.200 da Oxford/AstraZeneca; 859.950 da Pfizer e 134.950 da Janssen.

Com uma área de 1,248 milhões de quilômetros quadrados, o Pará exige uma operação complexa para distribuir as doses aos 144 municípios, sem comprometer as condições de armazenamento das vacinas. A logística é conduzida pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), em parceria com a Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup).

“Ficamos muito orgulhosos em atingir essa marca de mais de 5 milhões de vacinas distribuídas, cada carregamento que chega são vidas que vamos salvar. O Pará é um estado gigante e a logística para chegar aos 144 municípios é desafiadora, mas a equipe da Sespa, em parceria com a Segup, tem conseguido fazer as entregas em até 48 horas depois da chegada das remessas ao Estado, demonstrando a qualidade do nosso serviço, com planejamento e cuidado em relação à temperatura, à distância e ao acondicionamento das doses”, garante o titular da Sespa, Romulo Rodovalho. 

Assim que as vacinas chegam ao Pará, inicia o preparo para envio aos 13 Centros Regionais de Saúde, cada um responsável por um quantitativo de municípios, e retiradas pelas prefeituras. Por conta da dificuldade de acesso de algumas localidades, como as das regiões Marajó e Calha Norte, as doses são entregues de helicóptero pelo Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp) com o apoio do Grupamento Fluvial (Gflu), por meio de lanchas.

As baixas temperaturas são fundamentais para manter a qualidade dos imunizantes, por isso o transporte é feito dentro de caixas térmicas. Já quando o deslocamento é terrestre ocorre por meio de caminhões com câmara fria, escoltados pelas forças de segurança do estado.

“A vacina era algo muito esperado por todos e felizmente chegou e nós estamos empenhados para que, todas as vezes que as recebemos, em 24 horas, elas estejam na localidade para serem aplicadas. O Graesp, o Fluvial e também as outras forças de segurança de forma terrestre tem atuado pra que a gente possa fazer essa entrega em tempo rápido, pra que possa chegar na população”, pontua o secretário de Segurança, Ualame Machado.

Para o titular da Segup, o empenho é fundamental para superar as distâncias. “Os desafios são enormes em razão do nosso estado, mas usando todos os meios necessários nós estamos conseguindo entregar muito rapidamente as vacinas e por outro lado as prefeituras juntamente com os órgãos de saúde podendo viabilizar a vacinação mais rápida também”, acrescentou Ualame.

Suellem Mendes, altamirense , e já contemplada com as duas doses, considera que a imunização é decisiva para a contenção da pandemia. “Eu me sinto muito feliz e grata pela oportunidade de já ter sido vacinada com as duas doses. Infelizmente muitas pessoas não puderam ter esse privilégio. Com certeza a atuação do governo do estado em agilizar a entrega dessas doses tem possibilitado o avanço da vacinação não só na capital, mas também no interior, e isso se reflete na redução dos casos da doença e mortes”, avalia.



Fonte: Agência Pará de Notícias