Funai participa de ação conjunta de combate a garimpos ilegais em Terra Indígena do Mato Grosso

Com o apoio da Fundação Nacional do Índio (Funai), a Polícia Federal, em ação conjunta com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), realizou no domingo (17) a segunda fase da Operação Alfeu III, de combate à extração ilegal de minérios na Terra Indígena Sararé, região do município de Pontes e Lacerda, no Mato Grosso.

A Funai realizou um levantamento prévio com a utilização de drones, que possibilitou a localização das máquinas utilizadas na atividade garimpeira. Com a utilização de 2 helicópteros do Ibama, as equipes apreenderam seis escavadeiras hidráulicas, totalizando 27 máquinas escavadeiras retiradas de circulação e poder dos criminosos desde o início da Operação.

Realizada na última semana de setembro, a primeira fase da Operação Alfeu III apreendeu 21 escavadeiras hidráulicas, além de três veículos de passeio, um quadriciclo, três motos, cerca de 100 motores estacionários, quatro barcos, insumos e toda a estrutura utilizada na atividade ilícita. Um homem foi preso em razão do porte ilegal de arma de fogo e com ele foi apreendido ouro proveniente da exploração ilegal.

A Operação é um esforço integrado de várias instituições, envolvendo investigação policial, planejamento e execução de ações voltadas à proteção das Terras indígenas e repressão a crimes ambientais. Os órgãos envolvidos na operação permanecerão no local até a desarticulação completa dos garimpos para garantir o encerramento da atuação garimpeira ilegal na região.

Assessoria de Comunicação/Funai



Fonte: FUNAI

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário