Força Aérea Americana pretende produzir combustível a partir do “ar”

Créditos: EcoWatch

De acordo com recentes informações divulgadas pela Força Aérea dos Estados Unidos, a organização está tentando produzir combustível para aviação, de uma forma bastante surpreendente. Os novos planos da Força Aérea Americana envolvem a geração de combustíveis a partir do “ar”.

Este método, caso tenha sucesso, poderá permitir que o combustível seja gerado a qualquer hora e em qualquer lugar. Essa medida, sem dúvidas, revolucionará a maneira como as Forças Armadas dos Estados Unidos irão trabalhar em sua logística para impulsionar suas operações no país e no exterior.

A organização confirmou que seu programa para desenvolver combustível para aviação a partir do “ar” está, mais do que nunca, próximo de chegar a um resultado de sucesso. Em um comunicado à imprensa, a Força Aérea dos Estados Unidos afirmou que está desenvolvendo um método de ter acesso a combustível a qualquer hora e em qualquer lugar do planeta sem depender de tanques de combustível para isto.

As forças militares dos EUA definitivamente são um grande consumidor de combustível fóssil e, por essa razão, eles têm trabalhado em maneiras alternativas de produzir combustível para suas aeronaves. A novidade envolve a equipe da própria Força Aérea Americana com os funcionários de uma empresa chamada Twelve.

Esta empresa usa métodos de transformação do carbono para fazer combustíveis a partir do dióxido de carbono proveniente do ar. O conceito que deu origem aos planos por trás da nova estratégia já possuem quase um século e pode ser encontrado em livros de química. O processo foi explicado pela companhia, que afirmou que o monóxido de carbono e o hidrogênio, quando em altas temperaturas, produzem hidrocarbonetos líquidos que podem ser usados ​​como combustível na presença de um catalisador, resultando no que é chamado de combustível sintético.

De acordo com o comunicado à imprensa feito pela Força Aérea, os militares dos EUA permitem uma mistura máxima de 50% de combustível sintético em suas operações, e o combustível sintético produzido pela Twelve também foi testado para comprovar sua eficiência.

Desta forma, os testes para o uso do método de criação do combustível utilizados pelas aeronaves da Força Aérea deverão continuar por um determinado período de tempo, no entanto, caso obtenham sucesso, a Força Aérea dos Estados Unidos deverá avançar para a próxima fase, que envolve o desenvolvimento desta tecnologia.

De acordo com o site da companhia, a Twelve usa uma nova geração de catalisador e afirma que seu combustível gera menos danos à natureza do que a queima do petróleo.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário