Executiva da Compulsion Games se pronuncia sobre o serviço Xbox Game Pass

We Happy Few - Foto: Divulgação/Compulsion Games
We Happy Few - Foto: Divulgação/Compulsion Games

A executiva Naila Hadjas, que atualmente ocupa o cargo de chefe de assessoria da desenvolvedora Compulsion Games, a qual faz parte do grupo de companhias da Xbox Game Studios, realizou alguns comentários sobre os rumores de que o serviço de assinatura da Microsoft – Xbox Game Pass – teriam afetado negativamente o mais recente título da empresa.

Conforme Hadjas destacou na entrevista concedida, o novo jogo da empresa Compulsion Games, o qual ainda não teve seu nome ou sinopse revelados, não teve nenhum impacto negativo causado pelo famoso serviço de assinatura da plataforma Xbox.

Segundo ela, trata-se exatamente da situação contrária, tendo em vista que, com a presença no jogo no catálogo do Xbox Game Pass a partir do momento em que o mesmo for lançado, uma maior quantidade de pessoas terá acesso ao jogo.

Em seus comentários: Naila Hadjas disse: “Não, sem nenhum impacto negativo. Positivo, sim. Queremos que várias pessoas acessem nosso novo jogo. O fato de estar no Game Pass significa que mais pessoas poderão jogar. Não há realmente um lado negativo”.

Além disso, Hadjas ainda citou um dos recentes jogos da desenvolvedora, We Happy Few, como exemplo de jogos que já se encontram no catálogo do mencionado serviço: “Em We Happy Few, por exemplo, no início, iríamos lançá-lo apenas na Steam, e pouco a pouco, adicionamos no Xbox e depois no PlayStation”.

Em seguida, Hadjas também aproveitou para destacar que o novo jogo será lançado tanto para a geração passada de videogames como para a atual geração de consoles: “É uma versão do jogo que deve rolar em ambos [Xbox One e Xbox Series], mesmo que eles não tenham o mesmo poder”.