EUA mobilizam reservistas para treinamentos com mísseis reais no Japão (FOTOS, VÍDEO)

Um esquadrão de fuzileiros navais reservistas do Texas iniciou recentemente o treinamento em caças embarcados F/A-18, dotados de mísseis antinavio Harpoon, na base aérea de Iwakuni no Japão, segundo o portal Stars and Stripes.

De acordo com o major Kenneth Kunze, o 112º esquadrão de caças decolou no dia 19 de outubro em sua segunda missão com mísseis antinavio AGM-84D Harpoon, de 120 quilômetros de alcance e uma ogiva de 220 quilos.

​O 112º Esquadrão de Caças dos Fuzileiros Navais, a 3ª Divisão de Fuzileiros Navais e a 3ª Força Expedicionária dos Fuzileiros Navais realizaram o treinamento Noble Jaguar 2021, como parte de uma operação integrada com a 7ª Frota para manter a prontidão e demonstrar que os EUA estão prontos para preservar a segurança regional em um Indo-Pacífico livre e aberto.  

Além disso, segundo Kunze, os voos de treinamento com mísseis reais enviam também uma mensagem à região.

“A realização de operações como esta demonstra nosso firme compromisso com nossos parceiros e aliados na região e mostra que estamos prontos para ‘combater agora mesmo’ em defesa de um Indo-Pacífico livre e aberto”, comunica o porta-voz do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA.

​Nossos guerreiros conduzem operações de voo com mísseis Harpoon. Um F/A-18 do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA, com o 112º Esquadrão de Caças do Corpo de Fuzileiros Navais – o Grupo 41 de Aeronaves dos Fuzileiros Navais – e a 4ª Asa de Caça dos Fuzileiros Navais, Japão, 19 de outubro de 2021.  

A “primeira cadeia de ilhas”, como a mídia define a área onde os caças norte-americanos operam, representa uma barreira geográfica entre a China, o oceano Pacífico e o mar das Filipinas, incluindo as quatro ilhas principais do Japão, as ilhas Ryukyu, Taiwan e as Filipinas.

Além dos caças dos reservistas, os fuzileiros navais dispõem de dois esquadrões de caças F-35B e de um esquadrão de aviões de reabastecimento KC-130J Super Hercules, também baseados em Iwakuni.

A base abriga igualmente sete esquadrões da 5ª asa aérea do porta-aviões USS Ronald Reagan.



Fonte: Sputnik News

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário