Escolas municipais participam da 15ª edição do Festuern

Duas escolas da rede municipal de ensino de Mossoró participam este ano do Festival de Teatro da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (FESTUERN), que chega a sua 15ª edição em um formato diferente, composto por mostras de vídeos produzidos por oito escolas e um grupo de teatro de diferentes cidades potiguares. O evento teve início na segunda-feira, 13, e segue até o próximo dia 17, com exibições diárias no canal da Uern no YouTube.

Representam a rede municipal de ensino no 15º Festuern as escolas José Benjamim e Ronald Pinheiro Néo Júnior. Nesta terça-feira, 14, a programação do festival conta com a apresentação do curta-metragem “O Novo Mundo”, produzido pela Escola Municipal José Benjamim. A exibição acontece às 19h. No elenco, estão os alunos Marina Poliana e José Maycon Pereira, além da professora Míssola Arezza, que dirige o curta.

“Estar Festuern é a realização de um sonho. Já fazia aula de música e poder participar de um projeto como esse é muito especial. Agradeço à professora Míssola pela oportunidade e também aos professores do festival. Todas as aulas que tivemos foram inesquecíveis. Espero poder participar no próximo ano novamente, dessa vez no formato presencial”, relata a estudante Maria Poliana, do 7º ano da Escola José Benjamim.

De acordo com a professora de arte/música Míssola Arezza, o curta-metragem produzido pela escola destaca o novo momento que a comunidade escolar vivencia, em um cenário de desafios impostos pela pandemia. Ela ressalta a importância de eventos como o Festival de Teatro da Uern para o processo de aprendizagem dos alunos.

“O Festuern fomenta a cultura, o teatro, o surgimento de novos artistas, então inserir os alunos em projetos como esse amplia neles o interesse pelas artes, dança, teatro, música, conteúdos que já fazem parte do componente curricular da escola. Com o festival, eles colocam em prática, se expressando, produzindo, criando, o que já estudam na escola”, enfatiza Míssola.

Para a professora Débora Praxedes, coordenadora dos Anos Finais do Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA) da rede municipal de ensino, a participação das escolas no Festuern, em meio a um contexto desafiador, reforça a capacidade dos professores e alunos de se reinventarem.

“Mesmo em meio ao contexto de pandemia, os nossos professores e alunos se reinventaram e mostraram como podemos trabalhar práticas de ensino e aprendizagem significativas. Entendemos também que participar de um dos maiores festivais de teatro do Rio Grande do Norte é uma forma de contribuir para o crescimento cultural e da linguagem oral e corporal dos nossos discentes”, pontuou.

PROGRAMAÇÃO

Dando sequência à programação do festival, nesta quarta-feira, 15, será realizada, às 19h, a apresentação do curta-metragem “Os Pares”, com produção da Escola Municipal Ronald Pinheiro Néo Júnior. O trabalho é dirigido pelo professor Hebert Menezes (arte/educador) e conta no elenco com os alunos Uanderson Mateus Silva e Francisco Augusto de Souza.

“O curta retrata o diálogo entre dois jovens amigos que vivem dia após dia o atual cenário instaurado pela pandemia da Covid-19. Um recorte do momento de vida simples, objetivando transparecer uma comunicação assertiva sobre a saúde mental dos jovens. Utilizamos os poemas de Carlos Drummond de Andrade para ilustrar os diálogos”, explica o professor Hebert Menezes.

O diretor do curta ainda comenta os benefícios do teatro no contexto escolar. “São muitos os benefícios das aulas de teatro na escola, como o aumento do interesse pela leitura e o estímulo à criatividade. Nessa educação através da arte, conhecer e contar histórias é fundamental, pois o teatro apresenta-se como excelente ferramenta, já que atua como um recurso importante para a formação comportamental, fazendo com que os alunos passem a ter mais vontade de descobrir novas narrativas”.

Participando pela primeira vez do Festuern, o aluno Uanderson Mateus, do 9º ano da Escola Ronald Pinheiro Néo Júnior, destaca que a experiência foi gratificante. “Foi uma nova experiência, já que é a primeira vez que participo, mas aprendi muito. O festival foi muito bem organizado, assim como o nosso projeto. Gostei muito das aulas e desejo participar futuramente do festival novamente”, disse.

SOBRE O FESTUERN

Consolidado no calendário da Uern e das escolas de Mossoró e de todo o Rio Grande do Norte, o Festuern é considerado o maior festival de teatro escolar do Estado, tendo em vista a sua abrangência e a sua forma de realização. Este ano o evento, realizado pela Pró-Reitoria de Extensão (PROEX), tem como tema “Letramento e arte: Direito humano”, e acontece às vésperas do aniversário de 53 anos da Uern, comemorado no dia 28 de setembro.

Devido à pandemia, a edição acontece de forma remota, com uma mostra de vídeos, o Curta Festuern, produzido por oito escolas e um grupo de teatro de diferentes cidades potiguares. A cada dia serão exibidas as produções com rodas de conversa em seguida entre os participantes.

Grupos participantes:

Cia Muzenza de Teatro (Mossoró)

Escola Municipal José Benjamim (Mossoró)

Universidade do Estado do Rio Grande do Norte – Campus Avançado de Patu

Escola Municipal Ronald Pinheiro Néo Júnior (Mossoró)

Escola Municipal Maria Madalena (Guamaré)

Escola Estadual Desembargador Licurgo Nunes (Marcelino Vieira)

Escola Estadual de Ensino Médio de Tempo Integral Francisco Antonio de Medeiros (Mossoró)

Escola Estadual 20 de Setembro (Olho D’água do Borges)

Escola Estadual Joaquim da Luz (Espírito Santo)



Fonte: Prefeitura Municipal de Mossoró.

Leia mais notícias no Portal Defesa – Agência de Notícias.