Escola Rotary Dr. Carlos Melo promove projeto de letramento para desenvolver leitura e escrita entre as crianças

Escola Rotary Dr. Carlos Melo promove projeto de letramento para desenvolver leitura e escrita entre as crianças

O Soletrando na Escola incentivou a aprendizagem no âmbito da alfabetização, promovendo habilidades como raciocínio e o conhecimento em Língua Portuguesa, tendo como aliada a ludicidade na educação infantil

A Escola Rotary Dr. Carlos Melo, localizada no município de Itabaiana, território Agreste de Sergipe, está movimentando as aulas durante o projeto Leitura e Escrita Criativa. Em uma das ações, os alunos do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental participaram de uma competição diferente. O Soletrando na Escola incentivou a aprendizagem no âmbito da alfabetização, promovendo habilidades como raciocínio e o conhecimento em Língua Portuguesa, tendo como aliada a ludicidade na educação infantil. 

Durante uma semana, entre os dias 12 e 17 de julho, as crianças gravaram vídeos soletrando as palavras e enviaram aos professores para que fossem analisadas as soletrações. No período de 26 a 29 de julho, os estudantes estiveram acompanhados por familiares e responsáveis na unidade de ensino e receberam certificados, medalhas e prêmios pela participação e desempenho na atividade. 

Segundo a coordenadora da escola, Kathamania Vanessa Rezende Santana, o projeto Leitura e Escrita Criativa foi criado para desenvolver o ensino e a aprendizagem da Língua Portuguesa, envolvendo diversas ações de letramento. “Outras atividades dentro do projeto são a confecção de jogos que incentivem a leitura e escrita, produção do primeiro jornal da Escola Rotary, e na culminância do projeto realizaremos o primeiro sarau literário”, contou. 

A idealizadora do soletrando na escola foi a professora Verônica Maria Alves de Mendonça, que leciona na turma de 2º ano. Ela conta que a ideia partiu de memórias da infância, momento no qual enfrentou bastante dificuldade durante o processo de alfabetização. “Para mim a leitura parecia algo que eu não conseguia, e quando comecei a lecionar aos dezenove anos de idade procurei transformar a leitura para as crianças em algo prazeroso. Então o meu objetivo é fazer com que a criança sinta interesse em aprender, porque quando começamos a ler temos uma nova visão de mundo”, relatou Verônica.

Não só o soletrando como também as demais ações desenvolvidas a partir do projeto Leitura e Escrita Criativa foram apoiados por todos os onze professores e professoras que lecionam na Escola Rotary Dr. Carlos Melo. Além disso, mães, pais e responsáveis acompanharam as crianças até a unidade de ensino para receber as premiações. “Diante desse incentivo ao entregar medalhas, certificados e brindes, tanto os alunos quanto os pais ficam honrados em receber. Eles relatam que é um momento de orgulho e motivo de muita alegria com a forma que incentivamos com o soletrando”, concluiu a coordenadora Kathamania Vanessa.

 

Fonte: Governo do Sergipe