Encontro formativo discute organização de Feira de Ciências on-line

A Secretaria Municipal de Educação (SME) realizou na tarde desta terça-feira, 14, o quarto encontro formativo dentro da programação prévia da IV Feira de Ciências da Rede Municipal de Ensino de Mossoró (FECIRME). A capacitação, no formato virtual, discutiu a temática “Como organizar uma Feira de Ciências on-line?” e contou com a participação de professores, supervisores do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e diretores de escolas.

“A importância dessas formações se dá no sentido de viabilizar e fortalecer o processo de retomada da feira nesse contexto atual. Como é a primeira vez que estaremos realizando uma edição da Fecirme em formato on-line, todas as formações realizadas até aqui foram no sentido de subsidiar as escolas para o trabalho de produção dos projetos, processo de avaliação, entre outros pontos”, explica o professor Mauro Marciel, gerente de Planejamento e Avaliação da SME.

No encontro formativo desta terça, 14, o professor Felipe Ribeiro, coordenador do programa Ciência para Todos no Semiárido Potiguar, da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA), elencou as principais etapas para a organização de uma feira de ciências no formato virtual, destacando o quão desafiador é, para todos, esse novo modelo de apresentação dos projetos desenvolvidos pela comunidade escolar.

“As feiras de ciências são uma importante ferramenta de aprendizado e na atual situação se apresentam como um aliado na retomada de atividades e na motivação dos estudantes. Muitos discentes, em especial dos anos finais, ainda nem foram presencialmente às escolas este ano, e, por isso, realizar a feira é uma excelente chance de interação entre os próprios estudantes, com os professores e também com a comunidade externa”, relata.

Supervisora técnica do Ensino Fundamental dos Anos Finais e Educação de Jovens e Adultos (EJA), Raphaela Almeida, que integra ainda o Grupo de Trabalho de Avaliação da IV Fecirme, destaca a importância das capacitações promovidas pela Secretaria de Educação:

“As formações propostas para a IV Fecirme incentivam professores e alunos na construção e elaboração de projetos científicos que despertam a curiosidade e inquietações próprias à descoberta dos porquês. Sendo assim, os processos de aquisição dos conhecimentos e de aprendizagens significativas tornam-se efetivamente fecundos nesse espaço/tempo”.

Débora Praxedes, coordenadora dos Anos Finais do Ensino Fundamental da Secretaria Municipal de Educação, reforça a necessidade dos encontros formativos. “Os encontros formativos existem para dar maior suporte às escolas, professores e articuladores da Feira de Ciências da Rede Municipal”, enfatiza.

A primeira etapa da IV Fecirme está programada para o período de 4 a 14 de outubro, em 26 escolas da rede, sendo 16 da zona urbana e 10 da zona rural.

Nesse primeiro momento, cada escola desenvolve sua própria feira, etapa em que os projetos idealizados pelos alunos são credenciados para apresentação, virtual, na IV FECIRME, que deve acontecer de 17 a 19 de novembro. A feira contempla mais de 5 mil alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA) das escolas municipais, além de aproximadamente 250 professores.

“Estamos fazendo este ano uma retomada da feira nesse modelo não presencial. É um duplo desafio: retomar as atividades que foram paralisadas em 2020, em virtude da pandemia, e realizar pela primeira vez na rede municipal um evento dessa natureza no formato on-line”, pontua Mauro Marciel.

Durante a etapa municipal, a ideia da Secretaria de Educação é organizar a apresentação dos projetos científicos em pelo menos três polos. “Como dissemos, o cenário atual nos traz uma série de desafios, por isso a necessidade de adequação do evento”, enfatiza o professor Mauro Marciel, acrescentando ainda que este ano os alunos poderão inscrever seus projetos em três diferentes modalidades.



Fonte: Prefeitura Municipal de Mossoró.

Leia mais notícias no Portal Defesa – Agência de Notícias.