Designer automotivo cria conceito de moto futurística

Créditos: Behance

Um designer criou um conceito de motos elétricas para a Tesla, que apelidou de Dust, e possui um visual bastante futurístico, do tipo de design que é comum vermos em filmes e jogos ambientados no futuro.

Esta moto elétrica tem um acabamento totalmente metálico, o que inova seu visual, tornando-o diferente de qualquer outra moto projetada até os dias atuais. Além disso, de acordo com o designer Nazar Eisa, que trabalha com projetos do ramo automotivo, sua nova invenção foi planejada em dois modelos: um é totalmente preto e o outro tem um design que conta com um acabamento prateado e alguns detalhes em uma cor preta fosca.

A moto também possui um espaçamento entre seus eixos impressionantemente, o que tornará suas arrancadas ainda mais potentes, podendo ser utilizada em corridas, por exemplo, como explica o designer. Por outro lado, o veículo é bastante rebaixado e quase toca o chão.

Nazar Eisa também compartilhou a inspiração que levou sua mente a criar a nova Dust: “Adoro design, velocidade, tranquilidade, tecnologia, visualizar o futuro, a relação do homem com a construção e a capacidade humana de criar e manifestar algo. Me imagino dirigindo esta bicicleta nas estradas do futuro, cheias de desenvolvimento e progresso em todos os aspectos da vida, desde a arquitetura e estilo de vida à tecnologia, e estou muito impressionado com a ousadia e coragem de Elon Musk de ter mais ideias de implementação, desafio, responsabilidade social e desenvolvimento de tecnologia para um futuro impressionante, rápido e sem limites”.

Eisa também esclareceu o motivo pelo qual chamou sua bicicleta futurista de Dust. Ele disse que se refere à velocidade e a poeira que voa atrás da bicicleta, visto que a expressão “dust” significa, em tradução livre, poeira.

Ele contou também que este nome carrega um significa mais profundo, uma vez que sua nova moto terá o objetivo de ser mais sustentável do que os veículos atualmente fabricados: “O nome também tem uma conexão com o meio ambiente e a terra em termos de métodos de fabricação e materiais sustentáveis ​​e orgânicos”.

No entanto, tudo ainda não passa de um design e Nazar Eisa ainda não pode garantir que o modelo projetado por ele de fato funcionará na vida real. Por outro lado, ele afirma acreditar que sua moto elétrica futurística tem potencial para um bom funcionamento:  “É uma ideia inicial e, com certeza, com uma equipe especializada e algumas modificações, pode ver a luz do dia e se tornar prática e disponível para todos que desejam viver esta experiência”.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário