Coreia do Sul conduz com êxito teste de míssil balístico lançado de submarino

De acordo com a agência de notícias Yonhap, o lançamento ocorreu no polígono da Agência para o Desenvolvimento da Defesa da Coreia do Sul.

O SLBM foi lançado do Dosan Ahn Changho, um submarino de três mil toneladas, que tinha sido entregue ao Exército em 13 de agosto. O míssil atingiu “com precisão” os alvos pretendidos a curto alcance.

O presidente Moon Jae-in, representantes da fabricante e do Exército do país estiveram presentes no polígono para acompanhar o teste.
De acordo com relatos, o Exército sul-coreano avaliará o resultado dos testes antes de integrar o míssil em seu arsenal.

“Possuir mísseis SLBM é extremamente significativo em termos de dissuasão estratégica de ameaças e, futuramente, será fundamental para o estabelecimento da paz na península coreana e na criação de uma defesa nacional independente”, afirmou a administração presidencial.

No dia 7 de setembro, a Agência para o Desenvolvimento da Defesa da Coreia do Sul tinha realizado com sucesso testes subaquáticos a partir do submarino Dosan Ahn Chang-ho.

A Coreia do Sul se tornou assim, segundo a agência, o sétimo país do mundo a ter conseguido construir seu próprio míssil lançado de submarinos. Os países que possuem SLBM são os EUA, Rússia, China, Reino Unido, Índia e Coreia do Norte. Todos esses países têm arsenais nucleares, cujas ogivas são geralmente usadas para armar tais mísseis.

Anteriormente, o ministério sul-coreano anunciou o programa de defesa para 2022-2026, informando sobre o desenvolvimento de novos mísseis “com poder de destruição significativamente reforçado”. O ministério disse que os novos mísseis serão capazes de destruir túneis e prédios inimigos com alta precisão.



Fonte: Sputnik News