Garena informa que 1,1 milhão de contas foram banidas

contas banidas do Free Fire

Na última segunda-feira, dia 7 de junho, a equipe da Garena divulgou ter realizado o banimento de aproximadamente 1,1 milhão de contas no aplicativo Free Fire durante o mês de maio deste ano.

Segundo as informações divulgadas, as suspensões ocorreram entre o período de 16 a 29 de maio e as contas foram banidas de forma permanente. O suporte da Garena informou que a razão para tais banimentos foi a utilização de programas e serviços para obter vantagens dentro do jogo.

A utilização destes artifícios, também conhecidos como “hacks”, para obter mais pontos de experiência, maiores recursos de mira ou outras vantagens são práticas proibidas segundo o regulamento do aplicativo, visando evitar injustiças durante as partidas e o progresso geral dos usuários do jogo.Aqueles que fazem uso de tais programas e são banidos não poderão recuperar a conta, acarretando a perda de acesso permanente.

No entanto, os banimentos não são uma medida suficiente para evitar que essas práticas injustas ocorram dentro do aplicativo. Segundo a Garena, também está sendo necessário o investimento em ajustes e melhorias no próprio sistema do jogo, a fim de detectar mais facilmente usuários “hackers”, modificações feitas pelos jogadores e bugs presentes no aplicativo, os quais podem vir a ser utilizados pelos jogadores para obter vantagens e vitórias injustas.

Para evitar trapaças, é recomendado que os jogadores que presenciarem outros usuários fazendo uso de tais artimanhas façam a denúncia para o suporte do jogo. Durante a partida, é possível denunciar demais jogadores ao clicar no ícone de sirene vermelha e escolher a opção que indica a razão pela qual a denúncia está sendo feita. Já no modo Contra Squad, os jogadores poderão realizar uma denúncia assim que a partida for finalizada, bastando clicar no sinal de exclamação localizado na parte inferior da tela.