Congresso Nordestino de Produção Animal recebe trabalhos até 30 de setembro

Evento acontecerá de 24 a 26 de novembro, de forma virtual. A submissão de trabalhos para a décima quinta edição do Congresso Nordestino de Produção Animal (CNPA) segue aberta até 30 de setembro. Evento tradicional da Sociedade Nordestina de Produção Animal (SNPA), de forma inédita, esta edição está sendo organizada pelo Instituto Federal do Maranhão (IFMA). Com o tema “Inovações tecnológicas e sustentabilidade na produção animal”, a programação do Congresso está agendada para ocorrer virtualmente de 24 a 26 de novembro, em um ambiente interativo e exclusivo para o evento. Os interessados em apresentar trabalhos no CNPA devem realizar a submissão em formato de resumo simples, em português, no site do evento. Ao todo, são onze áreas de submissão. Um autor inscrito no evento pode submeter até três trabalhos, sendo permitidos no máximo oito autores por trabalho. Trabalhos de extensão rural, desde que inseridos nas áreas de submissão do evento, poderão ser aceitos. Se aceito pela comissão científica do evento, o trabalho será apresentado em pôster, publicado nos anais do evento, com ISBN e ficha catalográfica. Para mais informações, conhecer as regras e demais prazos, acesse aqui o site oficial do evento. O Congresso Além da apresentação de trabalhos, a programação do 15º CNPA vai contar com premiações acadêmicas, Zoo – Hackthon Nordeste, XI Fórum dos Coordenadores de Programas de Pós-Graduação, simpósios e sessões científicas. Desde a sua criação, em 1998, o CNPA reúne os principais representantes da área que atuam diretamente no setor produtivo da pecuária nordestina, como pesquisadores, professores, estudantes, profissionais de órgãos de gestão governamental e da indústria, além de empresários e produtores que buscam conhecimento e inovação tecnológica. Além do IFMA, a edição de 2021 tem comissão organizadora formada por representantes da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Maranhão (Sagrima), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Universidade Federal do Piauí (UFPI), Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e do Instituto de Ensino Superior Múltiplo (IESM). O evento também conta com o apoio da Associação Brasileira de Zootecnistas (ABZ), Sociedade Brasileira de Zootecnia (SBZ) e do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Maranhão (CRMV-MA). Fonte: IFMA

Evento acontecerá de 24 a 26 de novembro, de forma virtual.

 

A submissão de trabalhos para a décima quinta edição do Congresso Nordestino de Produção Animal (CNPA) segue aberta até 30 de setembro. Evento tradicional da Sociedade Nordestina de Produção Animal (SNPA), de forma inédita, esta edição está sendo organizada pelo Instituto Federal do Maranhão (IFMA). Com o tema “Inovações tecnológicas e sustentabilidade na produção animal”, a programação do Congresso está agendada para ocorrer virtualmente de 24 a 26 de novembro, em um ambiente interativo e exclusivo para o evento.

 

Os interessados em apresentar trabalhos no CNPA devem realizar a submissão em formato de resumo simples, em português, no site do evento. Ao todo, são onze áreas de submissão. Um autor inscrito no evento pode submeter até três trabalhos, sendo permitidos no máximo oito autores por trabalho. Trabalhos de extensão rural, desde que inseridos nas áreas de submissão do evento, poderão ser aceitos. Se aceito pela comissão científica do evento, o trabalho será apresentado em pôster, publicado nos anais do evento, com ISBN e ficha catalográfica.

 

Para mais informações, conhecer as regras e demais prazos, acesse aqui o site oficial do evento.

 

O Congresso

Além da apresentação de trabalhos, a programação do 15º CNPA vai contar com premiações acadêmicas, Zoo – Hackthon Nordeste, XI Fórum dos Coordenadores de Programas de Pós-Graduação, simpósios e sessões científicas.

 

Desde a sua criação, em 1998, o CNPA reúne os principais representantes da área que atuam diretamente no setor produtivo da pecuária nordestina, como pesquisadores, professores, estudantes, profissionais de órgãos de gestão governamental e da indústria, além de empresários e produtores que buscam conhecimento e inovação tecnológica.

 

Além do IFMA, a edição de 2021 tem comissão organizadora formada por representantes da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Maranhão (Sagrima), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Universidade Federal do Piauí (UFPI), Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e do Instituto de Ensino Superior Múltiplo (IESM). O evento também conta com o apoio da Associação Brasileira de Zootecnistas (ABZ), Sociedade Brasileira de Zootecnia (SBZ) e do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Maranhão (CRMV-MA). 

 

Fonte: IFMA

 



Fonte: Embrapa