Concluído com a participação popular, Plano Municipal de Saúde 2022-2025 passa a nortear as políticas públicas do setor na cidade

O Plano Municipal de Saúde 2022-2025, construído com a participação da sociedade, está pronto e passa a nortear as políticas públicas da cidade de São Paulo e as ações da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) nos próximos quatro anos. O projeto foi submetido ao Conselho Municipal de Saúde para apreciação em 30 de setembro.

A elaboração do documento ocorreu ao longo dos últimos meses em diferentes etapas abertas pela plataforma on-line Participe+. A atividade envolveu a população de todas as regiões da cidade e as equipes técnicas da SMS, que analisaram as propostas feitas pelos cidadãos conforme as realidades locais. O processo foi coordenado pela Assessoria de Planejamento (Asplan), com o apoio da Coordenação de Epidemiologia e Informação (Ceinfo), que colaborou com o diagnóstico da situação de saúde no município.

A última etapa foi encerrada em 9 de setembro, com todas as fases legais cumpridas e as consultas eletrônicas por subprefeitura concretizadas. As áreas técnicas analisaram a viabilidade de incorporação das sugestões feitas.

“O resultado final é um documento tecnicamente robusto, representativo e com metas desafiadoras que permitirão a comunicação transparente das ações da secretaria, o acompanhamento e controle pela sociedade civil e pelas instâncias participativas”, afirma o secretário municipal da saúde, Edson Aparecido.

Construção ascendente

A elaboração do PMS 2022-2025 contemplou as perspectivas da população, diretamente impactada pelas políticas públicas em saúde e dos responsáveis por sua implementação, monitoramento e fiscalização. “A descentralização e a ascendência foram os princípios que guiaram esse processo de construção do plano pelas áreas técnicas e de escuta à população”, reforça Edson Aparecido.

Os conselhos gestores dos territórios priorizaram as propostas resultantes da consulta pública aberta a todos, durante o processo de participação social. Na sequência, a população foi novamente consultada sobre quais deveriam ser as sugestões eleitas para cada região.

A elaboração de metas e ações pelas áreas técnicas também foi descentralizada. Além das áreas ligadas à estrutura central da SMS, as 27 Supervisões Técnicas de Saúde (STSs), com apoio das respectivas Coordenadorias Regionais de Saúde (CRSs) e das escolas Municipal e Regionais de Saúde. Além de representar as demandas locais, o Plano Municipal de Saúde busca superar os desafios identificados por quem, de fato, os vivencia no dia a dia, utiliza os serviços da rede municipal, bem como dos profissionais que atuam nas unidades e na gestão da saúde.

O PMS 2022-2025 encontra-se publicado no site da SMS.

Para baixar o arquivo PDF, clique aqui. 

Fonte: Prefeitura de São Paulo.

Leia mais notícias no Portal Defesa – Agência de Notícias.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário