Cellebrite: como atua o app que foi usado no caso Henry

Como atua o Cellebrite Premium

Saiba como funciona esse ferramenta de investigação israelense, que está ajudando a desvendar o caso da morte do menino.

Para ajudar na investigação do caso Henry, a polícia do Rio resolveu usar uma ferramenta israelense chamada Cellebrite Premium. O software teria sido decisivo para desvendar partes do suposto crime, onde o menino de quatro anos de idade teria morrido por consequência de maus tratos.

O programa foi criado para ser usado exclusivamente por policiais. Com ele, as autoridades puderam desbloquear os dispositivos dos suspeitos, conseguindo ter acesso aos conteúdos apagados, para que uma investigação mais profunda pudesse ser realizada.

A ferramenta foi criada exclusivamente para ajudar em investigações criminais e de acordo com a companhia israelense, o software desbloqueia qualquer dispositivo com sistema Android ou iOS. Conta com suporte de especialistas certificados que trabalham em laboratório e que entendem muito de inteligência artificial.

Por ser um recurso nocivo, a comercialização do Cellebrite não é permitida para pessoas comuns.

Como atua o Cellebrite Premium

Assim como ocorre com outros programas proprietários, o app que foi usado no caso Henry é confidencial. Entretanto, pode-se resumir que ele funciona baseado em um conjunto de técnicas, que exploram as brechas em mecanismos de defesa de sistemas operacionais.

De um modo geral, dependendo de cada situação, o app Cellebrite usa um tipo de combinações entre as melhores soluções para desbloquear cada aparelho, através das próprias informações do dispositivo. Semelhante como funcionam os softwares comuns que detectam rastros deixados por arquivos, em computadores.

Como o app ajudou no caso Henry

Com o uso do software, a polícia conseguiu capturar várias telas onde a mãe do menino conversava com a babá. Nas mensagens, a funcionária declarava suas suspeitas sobre as supostas agressões que o menino vinha sofrendo com o padrasto Jairinho.

Como atua o Cellebrite Premium

Após a revelação dos fatos, mostrados com a ajuda da ferramenta, o pai e mãe de henry foram presos imediatamente e se tornaram suspeitos principais, pela morte do menino.

Por Alan Menezes.