Comarca de Dracena lança projeto de apadrinhamento “Trilhas do Afeto”

Programa busca padrinhos e madrinhas para jovens abrigados.

A Comarca de Dracena realizou, na última quarta-feira (5), o lançamento do programa Trilhas do Afeto, que tem por objetivo encontrar padrinhos e madrinhas para crianças e adolescentes em situação de acolhimento. Entre as modalidades de apadrinhamento, está o afetivo, que consiste no estabelecimento de vínculos duradouros, por meio de convivência familiar e comunitária, colaborando, assim, para o desenvolvimento social, moral, físico, cognitivo e educacional dos abrigados. Em respeito às regras de distanciamento social, o evento de lançamento aconteceu por meio de videoconferência. Saiba mais sobre os programas de apadrinhamento afetivo do TJSP.
Organizado pela juíza Aline Sugahara Bertaco, o evento contou com a participação do coordenador da Infância e Juventude do TJSP, desembargador Reinaldo Cintra Torres de Carvalho; dos juízes de Dracena Marcus Frazão Frota e Aline Tabuchi da Silva; do promotor de Justiça Ruy Fernando Anelli Bodini; da coordenadora da instituição de acolhimento Casa do Adolescente, Darilene Monteiro Vialle; da equipe técnica judiciária; e de convidados.
Interessados em participar do Trilhas do Afeto precisam residir em Dracena ou Ouro Verde e não podem estar em processo de adoção, além de ser essencial possuir disponibilidade e ter, pelo menos, 21 anos de idade. Se cumprir os pré-requisitos e quiser mais informações, basta entrar em contato pelo e-mail dracena3@tjsp.jus.br ou pelo telefone da Casa do Adolescente (18) 3821-6234.

Confira as modalidades de apadrinhamento:

I – Afetivo: tem o objetivo de promover vínculos afetivos seguros e duradouros entre a criança ou o adolescente e o padrinho e/ou a madrinha; pressupõe contato direto entre os envolvidos, por meio de passeios e visitas periódicas;

II – Financeiro: consiste em contribuição econômica para atender as necessidades da criança ou do adolescente acolhido institucionalmente, sem criar, necessariamente, vínculos afetivos. Pressupõe o fornecimento de suporte material ou financeiro, por meio de doação em dinheiro a ser depositada em conta poupança de titularidade da criança ou do adolescente; doação de bens materiais, como vestuários, calçados, brinquedos e materiais escolares; e patrocínio de cursos profissionalizantes, reforço escolar, prática esportiva, lazer, cultura e atendimentos médicos. Neste caso, podem se candidatar pessoas físicas ou jurídicas;

III – Prestação de serviços: é aquele que pressupõe a realização de serviços na instituição de acolhimento ou fora dela, voltados à formação, à cultura, ao lazer e à educação das crianças e dos adolescentes. Trata-se de trabalho voluntário do profissional qualificado que se cadastre para atender os participantes do projeto, conforme sua especialidade de trabalho ou habilidade. Poderão ser pessoas físicas ou jurídicas, mediante ações de responsabilidade social junto aos serviços de atendimento.

Serviço
Fórum de Dracena
Endereço:  Rua Bolívia, nº 137 – Jardim América
E-mail: 
dracena3@tjsp.jus.br
Telefone: (18) 3822-1156

*Em razão da pandemia, o atendimento presencial está temporariamente suspenso.

Comunicação Social TJSP – SB (texto) / Divulgação (foto)

imprensatj@tjsp.jus.br

 

Siga o TJSP nas redes sociais: 

www.facebook.com/tjspoficial

www.twitter.com/tjspoficial

www.youtube.com/tjspoficial

www.flickr.com/tjsp_oficial

www.instagram.com/tjspoficial



Fonte: Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo