Casimiro de Abreu dá mais um passo para à implantação da Patrulha Maria da Penha

Representantes do poder público municipal e da Polícia Militar voltaram a se reunir na tarde da última quinta-feira, 22, na Secretaria Municipal de Assistência Social, para dar continuidade à proposta de criação da Patrulha Maria da Penha de Casimiro de Abreu. A retomada das discussões em torno da elaboração do projeto contou com a colaboração do tenente Floriano, comandante da 4ª Cia. do 32º Batalhão da PM.

A princípio, seis agentes da Guarda Municipal serão destacados para compor o efetivo da Patrulha Maria da Penha. Esses agentes passarão por um curso de capacitação de três dias com a equipe da Patrulha Maria da Penha de Macaé, que já atua há pelo menos 5 anos na proteção, prevenção, monitoramento e acompanhamento das mulheres vítimas de violência doméstica e familiar.

De acordo com a secretária de Assistência Social, Maria Cristina de Lima, dois polos serão criados para abrigar o projeto no munícipio. “Teremos dois polos na cidade, um na sede e outro em Barra de São João. O suporte para o bem estar da mulher deve ser permanente. Com a implantação da Patrulha Maria da Penha vamos dar apoio às mulheres para que elas tenham efetivamente acompanhamento, proteção e prevenção”, disse a secretária.

O Programa Patrulha Maria da Penha consiste numa resposta do governo municipal para atuar de forma preventiva e protetiva nos casos de violência contra à mulher, por meio de acompanhamento com medidas protetivas de urgência pelos Patrulheiros da Guarda Municipal, com a cooperação dos órgãos e entidades que constituem a rede de atendimento às mulheres em situação de violência.

Fonte: Prefeitura Municipal de Casimiro de Abreu