Caçador ilegal morre pisoteado por elefantes ao fugir de patrulha florestal na África do Sul

Um suspeito de caça furtiva foi pisoteado até a morte por uma manada de elefantes no Parque Nacional Kruger, na África do Sul, enquanto tentava fugir de ser repreendido por guardas da patrulha florestal no último sábado (17).

O porta-voz do parque, Isaac Phaahla, contou que guardas estavam conduzindo uma patrulha de rotina na área, quando detectaram três caçadores sem permissão. Os homens teriam então atirado um machado e uma sacola de suprimentos e tentaram fugir.

Um dos suspeitos foi posteriormente preso graças ao apoio aéreo e unidades caninas. O acusado de caça ilegal relatou que os indivíduos que o acompanhavam haviam sido surpreendidos pelos elefantes e não tinha certeza se seus cúmplices teriam conseguido escapar com vida.

“Os guardas descobriram que uma dessas pessoas foi gravemente pisoteada e não resistiu aos ferimentos. Consta que o terceiro suspeito ficou ferido no olho, mas continuou fugindo”, explicou Phaahla, além de informar que o caso foi encaminhado à polícia.

Por sua vez, Gareth Coleman, gerente-executivo do Parque Nacional Kruger, pediu para que membros da comunidade local ajudassem com informações sobre o incidente.

“A campanha contra a caça furtiva é responsabilidade de todos”, reforçou Coleman.

Fonte: Sputnik News