Banho de mar no inverno pode colocar cidadãos em risco

Durante o inverno, aproveitar as praias da cidade pode ser uma tarefa perigosa para os banhistas. Isto porque o mar apresenta maior inconsistência e pode enganar o cidadão, levando até a um afogamento. Devido ao risco neste período do ano, a Coordenadoria de Salvamento Marítimo (Salvamar) recomenda que os cuidados sejam redobrados.

O titular da Salvamar, Helenilton Gonçalves, explicou que o clima da estação propicia alterações bruscas nas marés, ventos e na intensidade das correntes de retorno. Estas correntes, que são o fluxo de água do mar aberto, ao voltar da costa arrastam os banhistas e podem levar ao afogamento. “As mudanças climáticas proporcionam ondas com maior volume, constantes e duradouras. O mar fica mais perigoso, nebuloso e hostil, trazendo mais risco ao banhista. Por isso, pedimos que evitem”, destacou.

Com estas condições, a probabilidade de ocorrerem afogamentos é maior. Para quem presenciar uma situação de afogamento, a recomendação é que acione o mais breve possível um salva-vidas. Uma pessoa que não possui o preparo adequado para agir em situações como esta, ainda que tenha a habilidade de nadar, pode se tornar mais uma vítima.

Gonçalves pontuou ainda que, mesmo nas estações de clima mais ameno, é preciso sempre buscar orientação do melhor local para banho com um salva-vidas antes de adentrar no mar. “Procure sempre lugares que tenham agentes especializados para orientar onde se banhar. Antes de sair de casa, busque por informações sobre as condições climáticas e, em caso de sair com crianças e adolescentes, mantenha-os sempre por perto”, reforçou.

Fonte: Prefeitura de Salvador.

Leia mais notícias no Portal Defesa – Agência de Notícias.