Aviso de Patrulha “Tucunaré” interdita posto de gasolina flutuante, em Cametá (PA)

 

Militar inspeciona material de salvatagem do posto flutuante

 

O Aviso de Patrulha (AviPa) “Tucunaré”, subordinado ao Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Norte (ComGptPatNavN), interditou, no dia 17 de março, um posto de gasolina flutuante que não apresentava a quantidade completa de material de salvatagem e não possuía nenhuma documentação, colocando em risco a população ribeirinha que utiliza as suas instalações, no município de Cametá (PA). A interdição foi realizada durante as ações de patrulhamento em cumprimento à Operação “Verde Brasil II”, no Pará.

 

Constatada a irregularidade, os Inspetores Navais lacraram as bombas de combustível e interditaram o posto, proibindo o seu uso até a sua regularização junto à Capitania dos Portos da Amazônia Oriental, ao Corpo de Bombeiros Militar do Pará e à Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Cametá (PA).

 

Posto flutuante não possuía nenhuma documentação

ou licença para funcionamento

 

Os meios do ComGptPatNavN continuam presentes na região, cumprindo a Operação “Verde Brasil II”, em ações preventivas e repressivas contra delitos ambientais, prestando apoio aos órgãos estaduais e municipais e, em aproveitamento, orientando sobre o combate à pandemia da Covid-19.

 

Fonte: Marinha do Brasil