Assistência Social formaliza novo plano de ação para atuar em calamidades públicas

22/10/2021

Documento oficial estabelece caminhos para que a secretaria esteja preparada para lidar de forma coordenada com situações adversas

A Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social de Suzano oficializou um novo plano de ação para agir em situações de emergência e calamidades públicas. A medida inédita foi publicada no diário oficial do município e regulamenta a atuação dos profissionais da pasta neste tipo de contexto, visando promover apoio e proteção à população impactada.

O plano já está em vigor e foi lançado neste mês em razão do Dia Internacional de Combate às Calamidades Públicas, celebrado em 13 de outubro. Com isso, o setor tem pela primeira vez um procedimento oficial que determina fluxos de trabalho específicos para estes contextos e medidas a serem tomadas e que também estabelece quais recursos devem ser previamente alocados para possibilitar atendimento imediato às famílias, com alojamentos provisórios, colchões, entre outros itens que serão usados em eventuais incidentes.

O titular da pasta, Geraldo Garippo, destacou a importância da medida, que posiciona a Assistência Social em um papel ativo e consistente no enfrentamento às situações adversas, ao lado de setores como a Defesa Civil e a Secretaria Municipal de Saúde. Ele ressalta que o plano é fundamental porque garante mais agilidade à prestação de serviço para a população, com a redução dos danos causados, em especial ao público mais vulnerável. O titular ressaltou que lidar com um desastre natural ou uma catástrofe não é algo que desejamos para ninguém, mas é essencial que o Poder Público esteja preparado para poder dar todo o auxílio necessário aos cidadãos sem ser pego de surpresa.

As calamidades públicas e situações de emergência envolvem uma série de contextos adversos, sejam eles naturais ou não, que causem grandes danos à comunidade, ao meio ambiente ou a bens materiais que impactem diretamente na vida das pessoas. São casos que vão desde deslizamentos de terra a grandes incêndios e epidemias sanitárias, por exemplo.

Na última quarta-feira (20/10), Garippo se reuniu com o secretário municipal de Segurança Cidadã, Elias Marques, e com o diretor da Defesa Civil de Suzano, Antônio Wenzler, para protocolar o plano de ação.

A fim de garantir melhor adaptabilidade da pasta a estes cenários, o documento também cria o Comitê de Resposta Emergencial (CRE) para coordenar estas ações de acordo com o contexto. O trabalho deste grupo de profissionais envolverá funções como identificação de adversidades, definição de locais seguros para acolher o público e orientação das equipes na ação de resposta para cada situação específica, visando conter os impactos e promover serviços de apoio às famílias.

A Defesa Civil de Suzano já atua de forma preventiva pela cidade para evitar que casos assim aconteçam, em especial com a formação de lideranças comunitárias e monitoramento de áreas de risco. Esta nova determinação, por outro lado, direciona os esforços específicos da área da Assistência Social para o apoio direto à população atingida, fortalecendo a rede de enfrentamento com ações.



Fonte: Prefeitura Municipal de Suzano.

Leia mais notícias no Portal Defesa – Agência de Notícias.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário