Aracaju troca experiência com municípios e empresas sobre cidades inteligentes

Agência Aracaju de Notícias

25/11/2021 17h00

Nesta quinta-feira, 25, primeiro dia da programação da 81ª Reunião Geral da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), gestores de todo o país conheceram projetos, ações e propostas de empresas de tecnologia nacionais e estrangeiras para tornar as cidades inteligentes, conceito adotado e praticado pela Prefeitura de Aracaju a partir de 2017, sob a gestão do prefeito Edvaldo Nogueira, presidente da FNP.

Com iniciativas que, por meio de metas e objetivos se voltam para a melhoria da qualidade de vida das pessoas, a capital sergipana vem se transformando numa cidade cada vez mais concectada com a tecnologia, cuja administração municipal conta, atualmente, com mais de 150 km de rede de fibra ótica, o que viabiliza a adoção da tecnologia em favor da modernização e qualificação da oferta de serviços à população, um trabalho desenvolvido a partir do Planejamento Estratégico da gestão.

Além disso, a Prefeitura de Aracaju tem realizado uma série de ações que reforçam o compromisso da gestão municipal em tornar a cidade cada vez mais inteligente. Neste sentido, o Município se destaca pela execução do projeto de mapeamento geoespacial da capital sergipana, bem como pela PPP da Iluminação pública, cujo novo sistema de iluminação suportará a instalação de tecnologia 5G.

“É motivo de muito orgulho poder compartilhar as nossas experiências com gestores de todo o país, durante a Reunião Geral da FNP. Acredito muito no uso da tecnologia para transformar a vida das pessoas e isso tem sido uma das motivações da nossa gestão, que tem pensado a cidade para o cidadão, do presente e do futuro. Não olhamos a tecnologia como um fetiche, mas como esse instrumento transformador. E é por isso que, em nossa capital, os serviços públicos estão cada vez mais conectados. Começamos com a infraestrutura tecnológica, muito bem estabelecida no Planejamento Estratégico, e seguimos avançando para as outras áreas que são pilares da nossa administração, como saúde, educação, mobilidade urbana e segurança pública”, afirmou Edvaldo.

De acordo com o vice-presidente do Fórum Inova Cidades, Antônio Carvalho, as tecnologias que devem surgir com a chegada do 5G devem ser responsáveis por levar o desenvolvimento para a população.

“Essa tecnologia deve ajuda no processo de ativação da economia e de inclusão das pessoas. Com ela, a população mais vulnerável vai começar a ter acesso a essa conectividade, o que permite com que possamos tratar de levar a alfabetização digital para essas pessoas”, ressaltou.

Discussões
Além da participação de prefeitos de diversos municípios do país, como João Campos, de Recife/PE e Gean Loureiro, de Florianópolis/SC, que é também presidente do Consórcio Conectar, estiveram presentes no primeiro dia da reunião da FNP os representantes de empresas e companhias de tecnologia, como a 1Doc, empresa especializada em gestão de comunicação, atendimento e documentos, e a Huawei, multinacional de equipamentos para redes e telecomunicações.

O fundador da 1Doc, Jéferson de Castilhos, afirmou que a principal preocupação que os gestores precisam ter nos dias de hoje é com a eficiência no controle de dados das prefeituras e que isso é possível através da tecnologia.

“É preciso ter a mudança do pensamento, porque a grande preocupação que o gestor público tem hoje em dia é de trazer eficiência para o município e por isso ele precisa de dados. Pelo papel não tem como ter informação de ponta a ponta. Substituir esse documento traz essa eficiência. É como trocar um carro velho por carro novo, isso garante eficiência e torna a administração mais profissional”, afirmou.

O diretor de Relações Públicas e Governamentais da Huawei Brasil, Bruno Zitnick, apresentou algumas medidas que fazem com que as cidades passem a ser inteligentes e comentou a importância da conectividade para que esse patamar de transformação tecnológica seja alcançado.

“A Huawei possui um leque de opções para cidades inteligentes como câmeras de segurança e câmeras de reconhecimento facial e de placas de veículos, soluções para o controle da cidade que traz redução de custos para a gestão pública, e para isso a conectividade é essencial. Estamos vendo o cenário atual, todos falando sobre a chegada do 5G, mas temos que entender também que a expansão da fibra óptica na infraestrutura das cidades e que o implante dessas tecnologias tornam as cidades inteligentes”, comentou.

Além dessas companhias da tecnologia, outras empresas também participam da reunião da FNP e mantêm stands no hotel onde está sendo realizado o evento para que os prefeitos e prefeitas participantes do evento tenham a oportunidade de conhecer os projetos e propostas de cada uma delas.

A programação da 81ª Reunião Geral da FNP se estende até sexta-feira, 26.



Fonte: Prefeitura de Aracajú.

Leia mais notícias no Portal Defesa – Agência de Notícias.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário