Rússia vai assinar contrato para 12 caças Sukhoi Su-57

KOMSOMOLSK-ON-AMUR, Rússia — O Ministério da Defesa da Rússia planeja assinar um contrato para um lote de pré-produção de aviões de combate de quinta geração Sukhoi Su-57, disse o vice-ministro da Defesa russo, Yuri Borisov, nesta quinta-feira.

“Estamos comprando jatos Su-57 para o uso de testes de combate. Os ensaios estatais da primeira fase acabaram”, disse ele a jornalistas. “Este ano, assinaremos um contrato para o primeiro lote de 12 aviões de combate Su-57 para as Forças Armadas”.

De acordo com Borisov, os dois primeiros aviões deste lote podem entrar em serviço em 2019. Ele disse que dez dos 12 jatos fabricados anteriormente estão passando por testes de voo.

Quando perguntado sobre o desempenho do novo motor para o Su-57, ele respondeu: “Até agora, é difícil dizer porque houve apenas um voo. Tudo parece estar indo bem. Mas você sabe, é uma série de ensaios. Muitos voos devem ser realizados. Como regra geral, tais testes levam de dois ou três anos “, disse ele.

O Su-57 (PAK FA) realizou seu primeiro voo em 2010. No dia 5 de dezembro, fez o primeiro voo com um novo motor. Atualmente, o avião está equipado com o chamado mecanismo de fase 117C. O novo motor não recebeu nenhum nome até agora e é convencionalmente referido como “motor do estágio dois”.

Foi relatado em agosto de 2017 que o avião de combate da quinta geração PAK FA da Rússia recebeu designação Su-57. O trabalho de projeto experimental no avião de combate mais avançado deve ser concluído em 2019 e suas entregas aos militares devem começar naquele momento.

FONTE: TASS