Emirados Árabes Unidos contratam Boeing para mais helicópteros AH-64E Guardian

O Exército dos EUA concedeu à Boeing uma modificação no contrato de US$ 242 milhões para fornecer helicópteros Apache AH-64E novos e remanufaturados para os Emirados Árabes Unidos, informou o Departamento de Defesa dos EUA em um comunicado.

A modificação vai cobrir a remanufatura de oito Apaches e nove novos helicópteros que serão fabricados, disse o comunicado liberado na sexta-feira, 5 de outubro.

O custo total do contrato (W58RGZ-16-C-0023) é de US$ 242.109.170, e foi concedido pela primeira vez em março de 2016, com um valor potencial de US$ 7,3 bilhões ao longo de sua vida útil.

O trabalho será realizado em Mesa, Arizona, com uma data de conclusão estimada de 28 de fevereiro de 2023.

Os Emirados Árabes Unidos operam cerca de trinta Apaches, todos designados para o Comando Conjunto de Aviação, no 10º Grupo de Aviação do Exército com base em Abu Dhabi / Al Dhafra. Esses helicópteros foram entregues como AH-64As e modificados para AH-64Ds.

Os Emirados Árabes Unidos possuem cerca de 30 helicópteros AH-64D Apaches.

A variante AH-64E Guardian do poderoso Apache apresenta um radar de controle de fogo Longbow atualizado, motores mais potentes e avançados aviônicos e recursos de visão noturna.

Os primeiros Guardians foram entregues em 2011 e a produção total começou em 2012.

Seu precursor, o AH-64D Apache Longbow está em serviço no Exército dos EUA e em outras forças de defesa desde a década de 1990.

Em 17 de setembro, a Holanda assinou um contrato de US$ 1,2 bilhão para atualizar a frota holandesa de helicópteros AH-64D Apache para a configuração AH-64E.

Taiwan colocou em funcionamento o segundo esquadrão do AH-64E em julho.

FONTE: Cavok